REDES DE COOPERAÇÃO: UM ESTUDO PARA A IDENTIFICAÇÃO DOS FATORES QUE ESTIMULAM A PARTICIPAÇÃO EM DIFERENTES REDES

  • Alexandre Chapoval Neto
  • Martinho Luís Kelm
  • Daniel Knebel Baggio
Palavras-chave: Redes de Cooperação, Confiança, Estratégia

Resumo

Esta pesquisa objetiva identificar os fatores que estimulam a participação de supermercados em
diferentes redes de cooperação em um município da região noroeste do RS. Utilizou-se como método
uma abordagem qualitativa, procedimento de estudo multicaso descritivo. Com a finalidade de
coletar os dados, foram realizadas entrevistas com os gestores dos supermercados e os gestores das
redes de cooperação e para analisar esses dados, foi aplicada a técnica de análise de conteúdo. Para
alicerçar esta pesquisa em termos teórico-conceituais, utilizou-se como autores-chave Amato Neto,
Woitchunas, Hundertmarker e Casarotto Filho e Pires, com aporte teórico da relação existente entre
as pequenas e médias empresas e redes de cooperação. Ainda, tratou-se de conceitos, funções e
competências das redes, bem como os tipos de redes, abordando aspectos à importância das
relações de confiança neste tipo de organização. Através da pesquisa observa-se que os produtos de
marca própria auxiliam na divulgação e consolidação da marca da rede, pois as redes analisadas
oferecem esse tipo de produto. As ações de marketing auxiliam na divulgação e no aumento das
vendas dos supermercados, dificilmente teriam condições para a realização dessas ações se não
estivessem inseridos em rede. Em relação aos supermercados, observa-se que as compras se tornam
mais vantajosas, pelo fato de poderem ser efetuadas em larga escala e por preços mais acessíveis.
Por fim, acredita-se que as redes são importantes para o desenvolvimento dos supermercados
pesquisados e trazem vantagens principalmente para empreendimentos de pequeno e médio porte,
que não possuem muita expressividade perante o mercado competitivo.

Biografia do Autor

Alexandre Chapoval Neto

Graduado em Administração, MBA em Gestão de Negócios com Ênfase em Gestão de Pessoas, Mestrado em Engenharia de Produção e  Doutorando em Desenvolvimento Regional (Unijuí); Área de concentração: Gestão de Organizações e do Desenvolvimento; linha de pesquisa: Gestão Empresarial.

Martinho Luís Kelm

Graduado em Ciências Contábeis e Administração, Mestrado em Administração e Doutorado em Engenharia de Produção. Professor e pesquisador no Programa de Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Regional da UNIJUÍ.

Daniel Knebel Baggio

Graduado em Administração, Mestrado em Contabilidade e Finanças - Universidad de Zaragoza e Doutorado em Contabilidade e Finanças - Universidad de Zaragoza. Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da UNIJUI.

Publicado
2018-12-17