CONTRIBUIÇÕES DA PRÁTICA MINDFULNESS PARA A SAÚDE E O BEMESTAR DE ADOLESCENTES:

UMA REVISÃO DA LITERATURA

Autores

  • Caroline da Rosa PPGDR/UNIJUÍ
  • Daniel Knebel Baggio PPGDR/UNIJUÍ

Palavras-chave:

Mindfulness, Adolescência, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Resumo

O objetivo do presente estudo foi revisar estudos que abordam benefícios da prática de atenção plena para a saúde e o bem-estar de adolescentes. A busca pelos artigos científicos foi realizada no Portal de Periódicos Capes. As palavras-chave utilizadas foram “mindfulness” e “adolescentes”, na categoria “qualquer campo”. Os filtros utilizados foram: Periódicos revisados por pares, Artigos, e os idiomas português, inglês e espanhol. Incluíram-se artigos que abordaram benefícios à saúde de adolescentes e excluíram-se artigos relativos à tradução e validação de escalas de mensuração do constructo mindfulness, revisões da literatura e/ou metaanálises, artigos duplicados e artigos não disponíveis para leitura. A busca inicial contemplou 49 artigos, dos quais oito foram selecionados para leitura. Os artigos científicos foram descritos em termos de seus objetivos, população e principais resultados. A amostra integrou artigos que relataram a associação da atenção plena com outros constructos, resultados de intervenções baseadas em atenção plena e a descrição de um projeto de educação consciente. Em estudos realizados com adolescentes, a atenção plena foi associada positivamente com a inteligência emocional e a espiritualidade/religião; e foi associada negativamente com a ansiedade desportiva, a vergonha corporal, o uso de substâncias psicoativas e a sintomas de depressão. Um projeto de educação para a saúde com base na atenção plena apresentou como resultados o aumento da empatia, a melhora de relacionamentos, a redução da ansiedade e de sintomas de déficit de atenção e a melhora do desempenho acadêmico dos adolescentes participantes.

Biografia do Autor

Caroline da Rosa, PPGDR/UNIJUÍ

Doutoranda em Desenvolvimento Regional no PPGDR/UNIJUI. Bolsista Prosuc/Capes.

Daniel Knebel Baggio, PPGDR/UNIJUÍ

Mestre e Doutor em Contabilidad y Finanzas pela Universidad de Zaragoza, UNIZAR, Espanha (2012). Professor do PPGDR/UNIJUÍ.

Referências

BROWN, K. W.; RYAN, R. M. The benefits of being present: Mindfulness and its role in psychological well-being. Journal of Personality and Social Psychology, v. 84, n. 4, p. 822– 848, 2003.

COBOS-SANCHEZ, L.; FLUJAS-CONTRERAS, J.; GOMEZ, I. Resultados diferenciales de la aplicacion de dos programas en competencias emocionales en contexto escolar. Psychology, Society & Education, v.11, n. 2, p.179-192, 2019.

FERNANDES, D.V.; GOUVEIA M. J.; CANAVARRO, M. C.; MOREIRA H. Mindfulness and Psychological Adjustment in Paediatric Obesity: The Mediating Role of Body Image. Psychology, Community & Health, v.7, n.1, 122-137, 2018.

GAMA, R.; CUNHA, M.; FERREIRA, C.; GALHARDO, A.; OLIVEIRA, S. A relação entre o criticismo do treinador e a ansiedade dos atletas: O papel do mindfulness e do autojulgamento. Revista Portuguesa de Investigação Comportamental e Social, v.7, n. 2, p. 43–60, 2021.

KABAT-ZINN, J. Mindfulness-based interventions in context: past, present, and future. Clinical Psychology: Science and Practice, v. 10, p. 144–156, 2003.

LANGER, A. I.; SCHMIDT, C; AGUILAR-PARRA, J. M.; CID, C.; MAGNI A. Effects of a mindfulness intervention in Chilean high schoolers. Rev. méd. Chile, Santiago, v. 145, n. 4, p. 476-482, 2017. http://dx.doi.org/10.4067/S0034-98872017000400008.

LÁZARO, P. J. R.; GÓMEZ, T. R.; PRÁDANOS, A. M.; MARÍN, E. N. Mindfulness en Pediatría: El proyecto "Creciendo con atención y consciencia plena". Pediatría Atención Primaria, v. 16, n. 62, p. 169-179, 2014.

MONTEIRO, B. R. Indicadores de monitorização e desempenho nas unidades de saúde familiar e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável na saúde (ODS 3): uma análise comparada em Portugal no período de 2013-2018. Ciênc. saúde coletiva, v. 25, n. 4, 2020.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS. Agenda 2030. Objetivo 3. Boa Saúde e BemEstar. Disponível em: http://www.agenda2030.org.br/ods/3/. Acesso em: 29 jul. 2021.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS BRASIL. Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. 2015. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/91863- agenda-2030-para-o-desenvolvimento-sustentavel. Acesso em: 17 fev. 2022.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS BRASIL. Sobre o nosso trabalho para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável no Brasil. 2022. Disponível em: https://brasil.un.org/pt-br/sdgs. Acesso em: 17 fev. 2022.

RAMÍREZ-GARDUÑO, A.; VEYTIA LÓPEZ, M.; GUADARRAMA, R. G.; LIRAMANDUJANO, J. Consciência, espiritualidade e religião, e seu papel como fatores protetores do uso de substâncias em adolescentes mexicanos. Nova Scientia, [S. l.], v. 12, n. 25, 2020.

ROVIRA, A. M. Problemas en el adolescente, mindfulness y rendimiento escolar en estudiantes de secundaria. Estudio preliminar. Propósitos Y Representaciones, v. 8, n. 1, p. 1-18, 2020.

SILVA, J. G. da; TEIXEIRA, M. L. de O.; FERREIRA, M. de A. Alimentação na adolescência e as relações com a saúde do adolescente. Texto & Contexto – Enfermagem, 2014, v. 23, n. 4, 2014.

VEYTIA-LÓPEZ, M.; GUADARRAMA, R. G, MÁRQUEZ-MENDOZA, O.; GÓMEZ, R. J. F. Mindfulness y síntomas de depresión en adolescentes mexicanos estudiantes de bachillerato. Actualidades en Psicología, v.30, n. 121, p. 39-48, 2016.

WORLD HEALTH ORGANIZATION. Adolescent health. Disponível em: https://www.who.int/health-topics/adolescent-health#tab=tab_1. Acesso em: 25 set. 2022.

Downloads

Publicado

2023-06-06

Como Citar

ROSA, C. da; BAGGIO, D. K. CONTRIBUIÇÕES DA PRÁTICA MINDFULNESS PARA A SAÚDE E O BEMESTAR DE ADOLESCENTES:: UMA REVISÃO DA LITERATURA. Anais do Simpósio Latino-Americano de Estudos de Desenvolvimento Regional, IJUÍ - RS - BRASIL, v. 3, n. 1, 2023. Disponível em: https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/slaedr/article/view/22983. Acesso em: 19 jul. 2024.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>