ATIVIDADE TURÍSTICA E PRODUÇÃO ASSOCIADA NA FRONTEIRA NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL

Autores

  • Carla Raquel Adams Osinski PPGPPD/UFFS
  • Edemar Rotta PPGPPD/UFFS
  • Pedro Luís Büttenbender PPGDR/UNIJUÍ

Palavras-chave:

Turismo Rural, Atividade Associada, Geração de Renda

Resumo

O turismo emerge como uma forma de geração de trabalho e renda nas sociedades contemporâneas. Este artigo reflete sobre possibilidades apresentadas pela produção associada no fortalecimento do turismo rural em pequenas propriedades de agricultura familiar. O ensaio é produto de observação de experiências e de pesquisa bibliográfica. O aporte teórico caracteriza a atividade turística, o turismo rural e a produção associada. Centra-se a reflexão sobre a região Fronteira Noroeste do estado do Rio Grande do Sul. Conclui-se que as atividades associadas são elementos importantes na formação dos produtos turísticos, na competitividade dos destinos e na agregação de trabalho e renda às propriedades da agricultura familiar, apresentando potencial nas dinâmicas de desenvolvimento da região estudada.

Biografia do Autor

Carla Raquel Adams Osinski, PPGPPD/UFFS

Graduada em Sociologia. Mestranda no PPG Desenvolvimento e Políticas Públicas da Universidade Federal da Fronteira Sul. Campus Cerro Largo RS.

Edemar Rotta, PPGPPD/UFFS

Doutor com Estágio Pós-Doutoral em Serviço Social (PUCRS). Mestre em Sociologia (UFRGS). Professor do
Quadro Permanente do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Políticas Públicas da UFFS, Campus Cerro Largo/RS. 

Pedro Luís Büttenbender, PPGDR/UNIJUÍ

Doutor em Administração pela UNAM-Argentina. Mestre em Gestão Empresarial (FGV/EBAPE). Professor do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da UNIJUÍ, Estagiário Pós-Doutoral no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Políticas Públicas da UFFS, Campus Cerro Largo/RS. 

Referências

BRASIL. Ministério da Economia. Decreto Lei 191/2009. Brasília: Ministério da Economia. 2009. https://dre.pt/dre/detalhe/decreto-lei/191-2009-493688. Acesso em 31 de maio de 2022.

BRASIL. Ministério do Turismo. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. Associação de Cultura Gerais Manual para o desenvolvimento e a integração de atividades turísticas com foco na produção associada. Brasília: Ministério do Turismo, 2011.

BRASIL. Ministério do Turismo. Manual para o desenvolvimento e a integração de atividades turísticas com foco na produção associada. Brasília: Ministério do Turismo, 2011.

BRASIL, Lei 11.326, de 24 de julho de 2006. Estabelece as diretrizes para a formulação da Política Nacional da Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais. Diário Oficial da União, dia 25/07/2006.

BRICALLI, Luiz Carlos. 2005. Estudo das tipologias do Turismo Rural – Alfredo Chaves (ES). Santa Maria: Ed. Facos.

CAMPANHOLA, Carlos; SILVA, José G. da. O turismo como nova fonte de renda para o pequeno agricultor brasileiro. In: ALMEIDA, J. A. e RIEDL, (Org.). Turismo rural: ecologia, lazer e desenvolvimento. Bauru, SP: EDUSC, p. 145-179. 2000.

COREDE FN. Plano Estratégico de Desenvolvimento da região Fronteira Noroeste. 2010 – 2030. Conselho Regional de Desenvolvimento Fronteira Noroeste – Corede FN. Três de Maio. Gráfica Sul. 2010.

COREDE FN. Plano Estratégico de Desenvolvimento da região Fronteira Noroeste. 2015 – 2030. Conselho Regional de Desenvolvimento Fronteira Noroeste – Corede FN. Ijuí. Ed. Unijuí. 2017.

DALLABRIDA, Valdir R.; BÜTTENBENDER, Pedro L. Planejamento Estratégico Territorial. A experiência de planejamento do desenvolvimento na região Fronteira Noroeste-RS-Brasil. DCS-DEAd. Ijuí/RS. Editora UNIJUI, 2006.

DENNY M. C. Política e estratégia de desenvolvimento regional. Planejamento integrado do turismo. In: Rodrigues, A. B. (Ed). Turismo e Desenvolvimento Rural. São Paulo: Editora Hucitec. 1997. p. 79-86.

FÁVERO, Ivane Maria Remus. Políticas de turismo: planejamento na Região Uva e Vinho. Universidade de Caxias do Sul, 2006.

FILHO, D. O. L. et al. O turismo como alternativa econômica para a pequena propriedade rural no Brasil. Turismo, Visão e Ação, Itajaí, v. 9, n. 1, p. 68-8, jan./abr. 2007.

GRAZIANO DA SILVA, José. A nova dinâmica da agricultura brasileira. Campinas: UNICAMP/ Instituto de Economia, 1997

HÖFLER, C.E.; BÜTTENBENDER, P.L.; ZAMBERLAN, L. Experiência emergente de Desenvolvimento Regional: Estudo da Rota Turística do Rio Uruguai. In: Anais II SIDR/UNISC. Santa Cruz do Sul, RS. UNISC. 2004. Disponível em: https://www.unisc.br/site/sidr/2004/planejamento/16.pdf. Acessado em 29.05.2022.

HOFLER, C.E.; BÜTTENBENDER, P.L. Atividade turística e sua sustentabilidade: Um estudo de Caso da Rota Turística do Rio Uruguai. In: Semana de Administração de Campo Largo, 2004, Campo largo/PR. ANAIS DA III SEMANA DE ADMINISTRAÇÃO DE CAMPO LARGO. Campo Largo/PR: Ed. Kennedy, 2004. p. 72-72.

LIMBADO, Beatriz Janeiro Chaves. O Impacto da COVID-19 no Turismo e na Hotelaria da Região Norte. Dissertação de Mestrado em Direção Hoteleira, Politécnico do Porto. Portugal. 2021. Disponível em: https://recipp.ipp.pt/bitstream/10400.22/18186/1/DM_BeatrizLimbado_2021.pdf Acessado em 29.05.2022.

LIMA, Luciana Leite; D'ASCENZI, Luciano. Políticas públicas, gestão urbana e desenvolvimento local. Metamorfose, 2018.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO TURISMO. Introdução ao Turismo. São Paulo: Rocca, 2001.

PECH, Dieisson Rodrigo. Diagnóstico situacional e proposição de prioridades e estratégias para o desenvolvimento do negócio: O caso da Coopovec. TCC do Curso de Administração. Prof. Orientador: Pedro Luís Büttenbender. Unijuí. Santa Rosa. 2019.

PORTO VERA CRUZ. Plano Estratégico De Desenvolvimento Municipal de Poro Vera Cruz. 2014 – 2024. Coordenação da Prefeitura Municipal e do Conselho Municipal de Desenvolvimento – Comude. 2014.RIO GRANDE DO SUL. Perfis – regiões funcionais de planejamento. Porto Alegre: Seplan-RS/Deplan, 2015.

RODRIGUES, A. B. Turismo rural no Brasil: ensaio de uma tipologia. In: RODRIGUES, A. B. (Org.). Turismo rural: práticas e perspectivas. São Paulo: Contexto, 2001, p. 101-116.

RUSCHMANN, Dóris Van de M. O turismo rural e o desenvolvimento sustentável. Campinas, SP: PAPIRUS, 2000.

ROTTA, Edemar et al. Pequenos municípios e relações sociopolíticas: Desafios para a compreensão e o desenvolvimento. X Seminário Internacional sobre Desenvolvimento Regional, 2015.

SCHNEIDER,Sérgio; FIALHO, Marco Antônio Verardi. Atividades não Agrícolas e Turismo Rural no Rio Grande do Sul. In: ALMEIDA, Joaquim Anécio, RIEDL, Mário (Org.) Turismo Rural: Ecologia, Lazer e Desenvolvimento. Bauru: EDUSC, 2000. p. 14-50.

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS. Cadeia produtiva do turismo: Cenários econômicos e estudos setoriais. Recife, 2008. Disponível em: https://docplayer.com.br/4376422-Cadeia-produtiva-do-turismo-cenarios-economicos-eestudos-setoriais.html . Acesso em: 31 de maio 2022.

SEN, Amartya. Desenvolvimento como liberdade. Editora Companhia das letras, 2018.

TOMÉ, Luciana Mota; XIMENES, Luciano F. Turismo. Caderno Setorial ETENE - Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste. Ano 6, nº 170, Julho de 2021. Disponível em https://www.bnb.gov.br/s482-dspace/bitstream/123456789/829/1/2021_CDS_170.pdf. Acessado em 29.05.2022.

TULIK, Olga. Turismo e desenvolvimento no espaço rural: abordagens conceituais e tipologias. In: SANTOS, Eurico de Oliveira; SOUZA, Marcelino (Orgs.). Teoria e prática do turismo no espaço rural. Barueri: Manole, 2010. 2-22TULIK, Olga. Turismo rural. São Paulo: Aleph, 2003

Downloads

Publicado

2023-06-06

Como Citar

OSINSKI, C. R. . A.; ROTTA, E.; BÜTTENBENDER, P. L. ATIVIDADE TURÍSTICA E PRODUÇÃO ASSOCIADA NA FRONTEIRA NOROESTE DO RIO GRANDE DO SUL. Anais do Simpósio Latino-Americano de Estudos de Desenvolvimento Regional, IJUÍ - RS - BRASIL, v. 3, n. 1, 2023. Disponível em: https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/slaedr/article/view/22855. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

ST3 – Políticas públicas, planejamento urbano e integração regional

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>