GESTÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL:

A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DO OBSERVATÓRIO TERRITORIAL DA BAÍA DA ILHA GRANDE-RJ

Autores

  • Nicholas Augusto Mendes da Rocha Lima PPGDT/UFRRJ
  • Patrick Maurice Maury PPGDT/UFRRJ
  • Isabella Dias de Carvalho PPGDT/UFRRJ
  • Lamounier Erthal Villela PPGDT/UFRRJ

Palavras-chave:

Gestão Social, Extensão Universitária, Movimentos Sociais, Comunidades Tradicionais, Desenvolvimento Sustentável

Resumo

Reunir as condições de um pacto social é um processo que pode levar muito tempo. Nisto, está colocada a questão da Gestão Social, praticada numa perspectiva histórica. O objeto da experiência é a construção de um pacto pela sustentabilidade, no Colegiado Territorial Rural da Baía da Ilha Grande/RJ - Colegiado BIG. Este e seu território, situado entre as regiões metropolitanas de Rio de Janeiro e São Paulo, foram desenhados pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário-MDA. O início do apoio da extensão universitária se deu pouco tempo antes da extinção do MDA (2016). Após esta ruptura, a continuidade institucional se deu na forma de um Programa de Ensino, Pesquisa e Extensão em Desenvolvimento Territorial e Políticas Públicas – PEPEDT/UFRRJ, pautado na Gestão Social. A nova prática está baseada em oficinas de compartilhamento e reconhecimento de saberes. Nelas, são utilizadas representações gráficas das relações de influência e cartográficas das sub-bacias hidrográficas e litorâneas, que contribuem para a interpretação das observações em campo. Esta configuração recebeu o apelido de Observatório Territorial do Colegiado BIG – OT.BIG. Os “observadores” do OT-BIG, são oriundos dos movimentos sociais e comunidades tradicionais, da extensão universitária, da gestão municipal e dos conselhos de política pública. As referências para o pacto pela sustentabilidade da BIG são os dezessete Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU transpostos nas linhas de ação dos agentes no território. Os resultados atuais das oficinas estão configurados numa rede entre iniciativas de turismo de base comunitária - TBC em quatro sub-bacias, na elaboração e discussão de cenários para o Polo Tecnológico do Mar na Baía de Sepetiba/RJ e na preparação dos eixos do 12º ENAPEGS (2023).

Biografia do Autor

Nicholas Augusto Mendes da Rocha Lima, PPGDT/UFRRJ

Mestrando PPGDT/UFRRJ, membro e pesquisador do LPDT/CNPq, PEPEDT/UFRRJ e Colegiado BIG.

Patrick Maurice Maury, PPGDT/UFRRJ

Doutor em, membro e pesquisador do PEPEDT/UFRRJ e Colegiado BIG.

Isabella Dias de Carvalho, PPGDT/UFRRJ

Mestranda do PPGDT/UFRRJ, membro e pesquisadora do PEPEDT/UFRRJ e Colegiado BIG.

Lamounier Erthal Villela, PPGDT/UFRRJ

Pós-Doutor em Economia Aplicada, coordenador do LPDT/CNPq e PEPEDT/UFRRJ. Professor da UFRRJ.

Referências

CANÇADO, Airton Cardoso; TENÓRIO, Fernando Guilherme; PEREIRA, José Roberto. Gestão social: reflexões teóricas e conceituais. Cadernos Ebape. br, v. 9, p. 681-703, 2011.

RAMOS, Diná Andrade Lima et al. O Colegiado Territorial de Desenvolvimento Rural Sustentável da Baía da Ilha Grande, RJ: gestão, controle social e espaço de articulação e negociação entre atores. 2019.

VILLELA, Lamounier Erthal; PINTO, Mario Couto Soares. Governança e gestão social em redes empresariais: análise de três arranjos produtivos locais (APLs) de confecções no estado do Rio de Janeiro. Revista de Administração Pública, v. 43, p. 1067-1089, 2009.

Downloads

Publicado

2023-06-06

Como Citar

LIMA, N. A. M. da R.; MAURY, P. M.; CARVALHO, . I. D. de; VILLELA, L. E. GESTÃO SOCIAL E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL:: A EXPERIÊNCIA DA CRIAÇÃO DO OBSERVATÓRIO TERRITORIAL DA BAÍA DA ILHA GRANDE-RJ. Anais do Simpósio Latino-Americano de Estudos de Desenvolvimento Regional, IJUÍ - RS - BRASIL, v. 3, n. 1, 2023. Disponível em: https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/slaedr/article/view/22982. Acesso em: 13 abr. 2024.

Edição

Seção

ST1 – Gestão social e controle social de territórios