DINÂMICA AGRÁRIA E FRUTICULTURA NO TERRITÓRIO MÉDIO ALTO URUGUAI

  • Jeferson Tonin
  • José Tobias Marks Machado
  • Régis Trentin Piovesan
  • Eliseu Liberalesso
  • José Eduardo Gubert
  • Arlindo Jesus Prestes De Lima
Palavras-chave: Desenvolvimento Rural, Crise, Agricultura Familiar

Resumo

A região do Médio Alto Uruguai (MAU) foi marcada por um processo de ocupação das terras
e evolução da agricultura altamente heterogêneos, de modo que, atualmente, uma parcela
considerável dos agricultores não é capaz de se reproduzir enquanto categoria social e está
em descapitalização. Por outro lado, a fruticultura tem se destacado enquanto uma
importante atividade geradora de renda. Portanto, o objetivo deste trabalho é analisar as
potencialidades e as condições de desenvolvimento da fruticultura no âmbito da dinâmica
agrária da do território do Médio Alto Uruguai, no Rio Grande do Sul. Utilizou-se dados
gerados a partir de estudos em alguns municípios que compõem esta região, os quais foram
desenvolvidos com base na Teoria dos Sistemas Agrários. As análises aqui realizadas
apresentam a fruticultura (local) enquanto uma atividade com alto potencial de geração de
renda por unidade de área, o que é fundamental em um contexto no qual grande parte dos
agricultores possuem restrições de área útil.

Publicado
2018-12-17
Seção
EIXO 2: SISTEMAS PRODUTIVOS E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL