AS AGROINDÚSTRIAS FAMILIARES COMO UM FATOR DE FORTALECIMENTO DOS AGRICULTORES NO CAMPO EM CERRO LARGO/RS

  • Denise Medianeira Mariotti Fernandes UFFS
  • Joic Bamberg UFFS
Palavras-chave: Agroindústria familiar, Tradição alimentar, Permanência do jovem no campo.

Resumo

Este artigo tem por objetivo analisar a influência das agroindústrias familiares para os produtores
rurais de Cerro Largo. Nesse sentido, as agroindústrias familiares utilizadas para pesquisa estão
localizadas no interior desse Município. Quanto à metodologia, trata-se de um estudo descritivo de
cunho qualitativo, com uso de dados primários, os quais foram coletados por meio de uma entrevista
semiestruturada com os gestores e/ou gestoras das agroindústrias familiares pesquisadas. As
entrevistas foram realizadas com quatro gestores, investigando aspectos relacionados à tradição
alimentar utilizada pelos agricultores familiares para a elaboração dos produtos. Os resultados
revelaram que 50% dos entrevistados afirmam ter influência dos antepassados para a abertura das
agroindústrias familiares, além de informarem sobre os incentivos oriundos da Emater/RS para as
agroindústrias e, ainda, a importância dos jovens no meio rural para a continuação das
agroindústrias familiares no campo. Por fim, abordou-se a principal dificuldade percebida pelos
agricultores familiares entrevistados, relacionada à consecução da agroindústria familiar, que é a
legalização, pois conforme as respostas dos gestores e/ou gestoras foi o maior entrave encontrado.

Publicado
2018-12-17
Seção
EIXO 2: SISTEMAS PRODUTIVOS E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL