FATORES CARACTERISTICOS DE UMA CIDADE MÉDIA QUE INFLUENCIAM O DESENVOLVIMENTO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS

Autores

  • Mario Celso de Felippe PPGDR/UNISC

Palavras-chave:

Cidades Médias, Pequenos Negócios, Urbanização

Resumo

O dinamismo econômico, a capacidade de intermediação e o porte demográfico das cidades médias torna-as celeiro de investimentos. Sete Lagoas, considerada uma cidade que, tem atraído atividades industriais, beneficiando, economicamente, habitantes e circunvizinhos. Há necessidade de um olhar diferenciado dos organismos públicos e privados para tais cidades e seus empreendedores, por isso, busca-se aqui contribuir para que esses organismos possam direcionar as políticas públicas de forma mais assertiva. Esta pesquisa objetivou realizar um levantamento dos principais fatores característicos dessa cidade que influenciam o desenvolvimento dos Pequenos Negócios. A abordagem metodológica constou de pesquisa bibliográfica e de campo, via formulário do Google Forms. Os resultados mostraram que Sete Lagoas passou por diversas fases de desenvolvimento econômico, obtendo benefícios em razão dos fatores mais importantes para o desenvolvimento dos Pequenos Negócios presentes no município.

Biografia do Autor

Mario Celso de Felippe, PPGDR/UNISC

Doutorando em Desenvolvimento Regional no PPGDR/UNISC, turma DINTER/UNITAU.

Referências

ALVES, Adriana da Silva; ALVIM, Ana Maria M.; BLAZ, Karina T.; GOUVEIA, Leonardo L.A. Sete Lagoas: a influência de uma cidade média em sua Microrregião. PUC MINAS, 2007.

ACI - ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DE SETE LAGOAS. Sete Lagoas em números 2019: uma cidade para se viver e para se investir. Sete Lagoas: ACI, 2019.

AZEVEDO, Guiomar G. de. Os primórdios do povoamento e a evolução econômica da região de Sete Lagoas, Minas Gerais. Boletim Mineiro de Geografia. Belo Horizonte, MG: Associação dos Geógrafos Brasileiros, Seção Regional de Minas Gerais, p. 15 a 38. 1957- 1966. Semestral.

BENKO, Georges. Ciência regional. Oeiras: Celta, 1999.

DRUCKER, Peter F. Inovação e espírito empreendedor: prática e princípios. São Paulo: Pioneira, 1985.

DESA, U.N. World urbanization prospects: the 2018 revision. New York, 2018.

ETGES, Virgínia Elisabeta. Desenvolvimento regional sustentável: o território como paradigma. Redes (St. Cruz do Sul Online), v. 10, n. 3, p. 47 a 55, 2005.

EVANS, Luciane. Sete Lagoas vira retrato da crise com fechamento de empresas e desemprego. O Estado de Minas, Belo Horizonte, 27 mar. 2016. Disponível em: https://url.gratis/8SG7LG. Acesso em: 18 ago.2021.

FILION, Louis Jacques. The nature of small business and its implications for managerial activities. Small business, Marketing and Society Conference. USSR, 1991.

FILION, Louis Jacques. Empreendedorismo; empreendedores e proprietários-gerentes de pequenos negócios. Revista de Administração, São Paulo, v.34, n.2, p. 06-28, abril/junho,1999.18

FONTOURA, Fernando Batista Bandeira. Desenvolvimento organizacional multidimensional: uma perspectiva crítica para o estudo de organizações familiares. Tese. (Doutorado em Desenvolvimento Regional) - Universidade de Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul, 2019.

FRIEDEN, Jeffry A. Capitalismo global: história econômica. Zahar, Rio de Janeiro, 2008.

GEM. Global Entrepreneurship Monitor Empreendedorismo no Brasil. Curitiba: IBQP, 2013.

GEM. Global Entrepreneurship Monitor Empreendedorismo no Brasil. Curitiba: IBQP, 2018.

GEM. Global Entrepreneurship Monitor Empreendedorismo no Brasil. Curitiba: IBQP, 2019.

HABITAT, U.N. Urbanization and development emerging futures. World cities report, 2016.

IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Conheça o Brasil: população. Disponível em: https://educa.ibge.gov.br/jovens/conheca--brasil/populacao/18317-educacao.html. Acesso em: 11 jan. 2022.

JUCEMG (Junta Comercial do Estado de Minas Gerais – REDEMG, Rede de Intercâmbios de Tecnologias Alternativas). Estatística de empresas. Impressão em: 17 maio 2022.

LEI COMPLEMENTAR nº 123. Estatuto Nacional da microempresa e da empresa de pequeno porte. Governo Federal, 14.12.2006.

LEI COMPLEMENTAR nº 155. Altera a Lei Complementar nº 123 de 14.12.2006. Congresso Nacional, 27.10.2016.

LENCIONI, Sandra. Observações sobre o conceito de cidade e urbano. GEOUSP – Espaço e Tempo, São Paulo, n. 24, p.109 a 123, 2008.

LEMES JR, Antônio Barbosa; PISA, Beatriz Jackiu. Administrando micro e pequenas empresas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2019.

LIMA, Juscelino Gomes; SILVEIRA, Rogério Leandro Lima. Cidades médias brasileiras a partir de um novo olhar de nominal e conceitual: cidades de comando regional. Desenvolvimento em Questão, v. 16, n. 42, p. 8 a 41, 2018.

LORGA, Marco Antonio; OPUSZKA, Paulo Ricardo. Tratamento diferenciado às micro e pequenas empresas no Brasil e o princípio da capacidade contributiva. Revista Jurídica, UNICURITIBA. ISSN 2316-753X, v.1, n. 34, 2014.

LOGENECKER, Justin G.; MOORE, Carlos W.; PETTY, J. William. Administração de pequenas empresas. São Paulo: Makron Books, 1997.

MADUREIRA, Mirella. A crise econômico-financeira internacional e seus impactos sobre a preservação das microempresas e empresas de pequeno porte. Dissertação. (Mestrado - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais) - Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita Filho”, Franca, 2011.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do trabalho científico. São Paulo: Atlas, 2020.19

MARQUES, J. R. Quais os principais desafios das mulheres empreendedoras? 2016. Disponível em: www.jrmcoaching.com.br › Blog › Coaching & Negócios. Acesso em: 14 jun.2022.

MONTAÑO, Carlos. Microempresa na era da globalização: uma abordagem histórica – critica. São Paulo: Cortez, 2001.

NOGUEIRA, Marly. Sete Lagoas: a dinâmica disfuncional de uma cidade média e sua inserção na rede urbana de Minas Gerais. Boletim Goiano de Geografia, v. 25, p. 48-60, 2005.

NOGUEIRA, Marly. A autonomia de uma cidade média Sete Lagoas MG. Geografia, Rio Claro, vol. 24 (1): 85-104, 1999.

NOGUEIRA, Marly; GARCIA Ricardo A. A Centralidade urbana de Sete Lagoas na região central de Minas Gerais: o que revelam os fluxos populacionais. ResearchGate, 2010.

NUENO, Pedro. Emprendiendo: el arte de crear empresas y sus artistas. Madrid: Deusto, 1996.

PENA, Rodolfo F. Alves. Cidades médias. Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/cidades-medias.htm. Acesso em: 18 mar. 2022.

PREISS, P.V.; SCHNEIDER, S. Sistemas alimentares do século 21: debates contemporâneos. Porto Alegre: UFRG, 2020.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar; Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

RAFFESTIN. Claude. Por uma geografia do poder. São Paulo: Ática, 1993.

SANTOS, Anselmo Luis. Trabalho em pequenos negócios no Brasil: impactos da crise do final do século XX. Tese (Doutorado em Economia). UNICAMP – São Paulo, 2001.

SANTOS, Artur Henrique; JAKOBSEN, Kjeld A. O trabalho nas atuais transformações da globalização capitalista. In: DALILA, Andrade Oliveira; MARCIO Pochmann. Devastação do trabalho: a classe do labor na devastação da pandemia. Curitiba: Positiva, 2008.

SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas. A diferença entre microempresa e a pequena empresa, 2010. Disponível em: https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/ artigos/entenda-as-diferencas-entremicroempresa-pequena-empresa-emei,03f5438af1c92410VgnVCM100000b272010aRCRD. Acesso em: 27 abr. 2021.

SEBRAE. Panorama dos pequenos negócios. São Paulo, 2018.

SCHUMPETER, J. A. A teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e ciclo econômico. São Paulo: Abril Cultural, 1982.

SCHUMACHER, Ernst Friedrinch; O negócio e ser pequeno. Círculo do Livro, 1973.

SIMONATO, Thiago Cavalcante; MAGALHÃES, Aline Souza; DOMINGUES, Edson Paulo. Urbanização, economia e mineração em Minas Gerais: aspectos contemporâneos de conflitos históricos. Anais ENANPUR, v. 17, n. 1, 2017.20

SOARES, Manuel Pereira. A dificuldade em definir cidade: atualidade da discussão à luz de contributos recentes. Cadernos Metrópole, v. 21, n. 45, p. 647-668, 2019.

SOUZA, Marcelo L. O que faz uma cidade? In Souza, M.L. O abc do desenvolvimento urbano, 2008, cap. 1, p. 23 a 40.

SPOSITO, Maria Encarnação Beltrão. A questão cidade-campo: perspectivas a partir da cidade. Cidade e campo: relações e contradições entre urbano e rural, v. 2, p. 111-130, 2006.

TACHIZAWA, Takeshi; FARIA, Marilia De Sant’Anna. Criação de novos negócios gestão de micro e pequenas empresas. Rio de Janeiro: FGV, 2002.

VERGARA, Constant Sylvia. Projetos e relatórios de pesquisa em administração. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2000.

VICHI, Renata. Chocolate nas veias: descubra a surpreendente história da CEO que revolucionou o mercado de chocolates no país com a Kopenhagen e a Brasil Cacau. São Paulo: Buzz, 2021.

VOLPI, Matheus Tauan. Conceito constitucional de microempresa e empresa de pequeno porte. Dissertação. (Mestrado - Faculdade de Direito de Ribeirão Preto). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018.

Downloads

Publicado

2023-06-06

Como Citar

FELIPPE, M. C. de. FATORES CARACTERISTICOS DE UMA CIDADE MÉDIA QUE INFLUENCIAM O DESENVOLVIMENTO DOS PEQUENOS NEGÓCIOS. Anais do Simpósio Latino-Americano de Estudos de Desenvolvimento Regional, IJUÍ - RS - BRASIL, v. 3, n. 1, 2023. Disponível em: https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/slaedr/article/view/22926. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

ST6 - Cidades e Territórios criativos e sustentáveis