O PAPEL DOS AGENTES NA ESPACIALIZAÇÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR NA MICRORREGIÃO DE PARANAVAÍ (PR)

  • Lucas Cesar Frediani Sant Ana
Palavras-chave: Cana-de-açúcar, Ordenamento territorial, Agentes da paisagem

Resumo

O homem em seu processo de construção do meio desempenha atividades dirigidas por necessidades
que variam de acordo com o tempo e o espaço. O ordenamento territorial gerado pelos agentes
públicos e privados tem por finalidade controlar os efeitos da contradição existente na base espacial
sobre os movimentos globais da sociedade, mantendo o funcionamento nos parâmetros em que foi
organizada. Neste trabalho, adotou-se o termo ‘Agente’ para os gestores públicos e privados que a
partir de mecanismos específicos, ordenam o território, favorecendo certos processos de reprodução
e acúmulo do capital Optou-se em adotar este termo para referenciar os elementos sociais,
econômicos e políticos que, cada um à sua maneira, atua e interfere no desenvolvimento da área
pesquisada. A partir dos dados levantados em campo e da bibliografia pertinente foram encontrados
três grandes grupos de agentes que interferem na configuração da paisagem da microrregião de
Paranavaí: os Agentes Públicos, Privados e Sociais, que cada qual, à sua maneira, integram um
processo complexo, porém, muito claro de ordenamento territorial, que facilitou a espacialização da
cana-de-açúcar na microrregião de Paranavaí.

Publicado
2018-12-17
Seção
EIXO 2: SISTEMAS PRODUTIVOS E DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL