AÇÕES AMBIENTAIS NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA EXPERIÊNCIA EM ESCOLA RURAL DE IJUÍ, RS

  • Vânia L. Berton
Palavras-chave: Educação Ambiental, Educação Infantil, Terrário

Resumo

O presente artigo apresenta um estudo acerca da realização da atividade prática referente à construção de um terrário, a realização de uma caminhada de estudos para observar o ambiente nas proximidades da escola e atividades práticas na horta da turma. O projeto foi desenvolvido em uma turma da Educação Infantil: pré-escola. A turma é composta por 10 crianças, sendo 3 crianças da pré-escola 1 e 7 crianças da pré-escola 2, assim caracterizada como turma mista. As idades das crianças envolvidas no projeto variam entre 4 e 6 anos. A escola na qual o projeto foi desenvolvido localiza-se em área rural do município de Ijuí, sendo a única escola de campo da Rede Municipal de Ensino.  A atividade prática de montagem do terrário é importante instrumento inicial de representação do ambiente natural, e possibilita, de uma maneira diferenciada, a realização de observações acerca das relações estabelecidas entre os organismos vivos e elementos não vivos de um ambiente, bem como, a importância do equilíbrio nos ecossistemas. A caminhada de estudos nos arredores da escola e as vivências na horta escolar da turma são ações que  possibilitam a ampliação dos conteúdos abordados em sala de aula, através de vivências no ambiente natural, mantendo-se o foco na importância da preservação dos recursos naturais e das espécies animais e vegetais para a manutenção da vida no planeta, e da influência do ser humano no ambiente.

Biografia do Autor

Vânia L. Berton

Graduada em Biologia pela UNIJUÍ. Pós-graduação em Educação Ambiental pela UFSM. Pós-graduação em Alfabetização e Letramento pela UNINTER.  Professora da Rede Municipal de Ensino de Ijuí.

Publicado
2020-12-23
Seção
8 - Educação ambiental, sustentabilidade e desenvolvimento social