O POTENCIAL FORMATIVO DA TRÍADE DE INTERAÇÃO EM CONTEXTO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE CIÊNCIAS SOBRE AVALIAÇÃO

  • Rosângela Inês de Matos Uhmann UFFS
  • Roque Ismael da Costa Güllich UFFS
  • Lenir Basso Zanon Unijuí
Palavras-chave: Avaliação Educacional. Formação Docente. Interação e Diálogo. Investigação-Ação

Resumo

O tema da avaliação educacional vem ocupando espaços diferenciados, tanto nas discussões educacionais, como nas pesquisas, no que diz respeito ao processo de ensino. Luckesi (2011, p. 18) ressalta com preocupação que “[…] o sistema de ensino está interessado nos percentuais de aprovação/reprovação do total dos educandos”. Para o qual, muitas vezes esquecemo-nos de abordar ou enfatizar o que realmente faz parte do processo de ensino quando se avalia, o qual precisa ser de acompanhamento e não de julgamento quanto ao sucesso e/ou fracasso. Com a pretensão de que avaliar não é julgar e sim conhecer, mediar e acompanhar, que nos propomos a dialogar sobre concepções e estratégias avaliativas no decorrer de encontros formativos descritos por pesquisa de Uhmann (2015) caracterizados como espaço/tempo organizado em momentos colaborativos de diálogos em uma tríade de interação (ZANON, 2003).

Biografia do Autor

Rosângela Inês de Matos Uhmann, UFFS

Doutora e Mestre em Educação, Licenciada em Ciências (Habilitação em Química), todos pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUÍ). Docente e Coordenadora Adjunta do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). 

Roque Ismael da Costa Güllich, UFFS

Doutor e Mestre em Educação nas Ciências pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (UNIJUI), Especialista em Educação e Interpretação Ambiental pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). Licenciado em Ciências Biológicas pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (URI). Tutor do PETCiências, Docente e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências – PPGEC-UFFS.

Lenir Basso Zanon, Unijuí

Doutora em Educação pela Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP), Mestre em Ciências (Bioquímica) pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Especialista em Ensino de Ciências pela Universidade de Caxias do Sul (UCS). Docente do Mestrado em Ensino de Ciências da UNIJUÍ. 

Publicado
2020-12-24
Seção
6 - Práticas pedagógicas, formação de professores e formação continuada