COLORAÇÃO DAS FLORES: ESTUDO DE CONCEITOS QUÍMICOS

  • Ilda de Franceschi Fellipetto
  • Maria Cristina Pansera de Araújo UNIJUI
  • EVA TERESINHA DE OLIVEIRA BOFF
Palavras-chave: Ciências da Natureza. Educação. Práticas Pedagógicas. Saberes Docentes

Resumo

O estudo insere-se no eixo temático de práticas pedagógicas, formação de professores e formação continuada. O objetivo é analisar as práticas pedagógicas desenvolvidas, na disciplina de Química, em relação a contextualização a partir de atividades experimentais. O trabalho se fundamenta em autores como: Maldaner (2003); Tardif (2014) e Shulman (1986), os quais contribuem com o desenvolvimento de processos de formação docente. Os resultados foram obtidos de aulas práticas de Química, com uma turma do 3º do Curso Normal (Magistério), que observou a coloração de flores por meio da capilaridade.  O trabalho está constituído por diferentes etapas articuladas, visando a inserção de metodologias de ensino, na área das Ciências da Natureza, como elementos que constituem a formação do professor e a aprendizagem do aluno. O ensino de Ciências Naturais, na escola, é de extrema importância para formação de indivíduos com capacidade de criticar e argumentar sobre o mundo a sua volta.

Publicado
2020-12-28
Seção
6 - Práticas pedagógicas, formação de professores e formação continuada