EDUCAÇÃO ESPECIAL E O ENSINO DE CIÊNCIAS DA NATUREZA: UMA ANÁLISE DAS PUBLICAÇÕES DO ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS (ENPEC) DE 2011 A 2017

  • Erica do Espírito Santo Hermel
  • Rafaela Spohr Haas
Palavras-chave: Currículo. Ensino de Ciências. Ensino Especializado.

Resumo

“O mundo gira e, nestas voltas, vai mudando, e nestas mutações, ora drásticas ora nem tanto, vamos também nos envolvendo e convivendo com o novo, mesmo que não nos apercebamos disso” (MANTOAN, 2003, p. 11). Por que começar um artigo desta forma? A Educação Especial (EE) é um processo que necessita de formação e “transformações paradigmáticas” (BEYER, 2003, p. 3), porém não se deve visualizar esse ensino como algo drástico ou monstruoso, e sim como um benefício para o aluno com deficiência e para toda a comunidade escolar.  Neste sentido, frequentemente é feita a associação de que somente os professores e os alunos com deficiência estão vinculados a EE, porém não são apenas estes os envolvidos, o ensino vai muito além dos muros das escolas ou das paredes das salas de aula (MENDONÇA, 2015). Esta modalidade de ensino atinge a todos, sejam eles, o aluno com deficiência, os colegas, os professores, os funcionários da escola, os responsáveis, a família e, por fim, e não menos importante, a sociedade em geral.

Publicado
2020-12-23
Seção
4 - Educação Inclusiva: diferença e diversidade na escola