UM ESTUDO DE CASO SOBRE AS CONCEPÇÕES ACERCA DO ENSINO DE LUTAS/ARTES MARCIAIS DO CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA

  • Isis do Amaral Thums
  • Larissa Tolfo Gottin
  • Fabiana Ritter Antunes
  • Aline Ribeiro Dos Santos
Palavras-chave: Artes Marciais, Formação Continuada, Formação Inicial, Saberes

Resumo

O ensino da temática das lutas/artes marciais visa o desenvolvimento integral do ser humano, envolvendo valores como o respeito, dedicação, autoestima e confiança, mas se não forem abordados pelo professor de forma crítica podem passar despercebidos (BREDA et al, 2010 apud RUFINO; DARIDO 2015). Apesar disso, ainda é um assunto que está mistificado, uma dessas idealizações é de que para ensinar o conteúdo das lutas é necessário ter praticado algum tipo de lutas/artes marciais anteriormente, revelando a tendência tecnicista e alinhado a formação formativa desses professores, que ainda se encontra distante das inúmeras possibilidades em torno desse tema (MATOS et al., 2015). 

A ausência desse conteúdo no ambiente educacional causa ainda mais percepções errôneas a respeito dessa prática corporal. Concepções essas que são implantadas principalmente pela mídia, onde as lutas/artes marciais são utilizadas como esporte-espetáculo, argumento que pode ser utilizado para a rejeição desse conteúdo, pois essa “espetacularização” das lutas contribui para associações equivocadas essa prática corporal com a violência (MADURO, 2015).

Biografia do Autor

Isis do Amaral Thums

Graduada em Educação Física.

Larissa Tolfo Gottin

Acadêmica do Curso de Educação Física (Bacharelado) da UNIJUÍ e Bolsista de Iniciação Científica CNPQ/UNIJUÍ.

Fabiana Ritter Antunes

Docente do Curso de Educação Física.

Aline Ribeiro Dos Santos

Acadêmica do curso de Educação Física.

Publicado
2020-12-22
Seção
6 - Práticas pedagógicas, formação de professores e formação continuada