AUTISMO: UMA PERSPECTIVA FAMILIAR E SOCIAL ATRAVÉS DE ANÁLISE DE BLOGS

  • Juliane Cláudia Piovesan Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus de Frederico Westphalen
  • Gabrieli Schäffer Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus de Frederico Westphalen
Palavras-chave: Autismo, Escola, Família, Inclusão, Sociedade

Resumo

A medida em que os casos diagnosticados de Autismo aumentam e com os autistas em idade cada vez mais reduzida, juntamente com o atual movimento no cenário educacional em prol da inclusão de toda e qualquer pessoa na rede de ensino regular, torna-se mais provável que o profissional pedagogo encontre autistas em seus locais de atuação.

É necessário que os profissionais da área da educação saibam como trabalhar de forma qualificada com essas crianças, para que assim possam auxiliar no processo de inclusão desses indivíduos no ambiente escolar de forma que se sintam acolhidos e tenham suas necessidades atendidas.

Biografia do Autor

Juliane Cláudia Piovesan, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus de Frederico Westphalen

Professora do Departamento de Ciências Humanas da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus de Frederico Westphalen, RS. E-mail: juliane@uri.edu.br.

Gabrieli Schäffer, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus de Frederico Westphalen

Acadêmica do VII semestre do curso de Pedagogia na Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – Campus de Frederico Westphalen, RS. E-mail: gabrielischaffer@yahoo.com.br.

Publicado
2020-12-23
Seção
4 - Educação Inclusiva: diferença e diversidade na escola