CONCEPÇÕES DE CURRÍCULO DE LICENCIANDOS EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS ANALISADAS EM UM PROCESSO DE INVESTIGAÇÃO-FORMAÇÃO-AÇÃO

  • Taciara Lais Borgartz IFF
  • Rubia Emmel IFF
Palavras-chave: Currículo. Formação inicial. Investigação-formação-ação.

Resumo

Neste estudo serão apresentadas reflexões das análises de concepções de currículo pelos Licenciandos em Ciências Biológicas, num processo de investigação-formação-ação (IFA) (GÜLLICH, 2012; EMMEL, 2019). Ocorreu a partir de um processo de IFA (GÜLLICH, 2012) durante o quarto semestre do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas, no componente curricular Didática, Currículo e Organização do Trabalho Pedagógico, com foco no currículo e no ensino de Ciências e de Biologia.  Analisaram-se os processos de transformações de concepções de currículo, que foram identificados a partir das escritas narrativas dos licenciandos. Deste modo, foi possível identificar ciclos reflexivos, que de acordo com Contreras (1994, apud GÜLLICH, 2012, p. 45) são relacionadas à “molas propulsoras que vão desencadeando a direção do processo formativo e permitem avanços teóricos, investigativos e constitutivos dos sujeitos da pesquisa”, e os movimentos formativos constitutivos de uma espiral em expansão.

Biografia do Autor

Taciara Lais Borgartz, IFF

Acadêmica de Licenciatura em Ciências Biológicas no Instituto Federal Farroupilha, Campus Santa Rosa, financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (FAPERGS)

Rubia Emmel, IFF

Professora da área de Pedagogia no Instituto Federal Farroupilha, Campus Santa Rosa. Professora colaboradora permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (UFFS). Doutorado em Educação nas Ciências (UNIJUÍ); Mestrado em Educação nas Ciências (UNIJUÍ); Licenciatura em Pedagogia (SETREM).

Publicado
2020-12-24
Seção
3 - Desenvolvimento de Currículo