RELAÇÃO ENTRE TRABALHO, CULTURA E EDUCAÇÃO NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE CIÊNCIAS: RELAÇÃO ENTRE TRABALHO, CULTURA E EDUCAÇÃO NA FORMAÇÃO DO PROFESSOR DE CIÊNCIAS

  • Denis da Silva Garcia Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha – Campus Frederico Westphalen
  • Lenir Basso Zanon Unijuí
Palavras-chave: Currículo. Educação e Cultura. Formação de Professores.

Resumo

O objetivo deste texto é discutir a complexidade da formação do professor para ensinar na Educação Básica, considerando a problemática das relações entre trabalho, cultura e educação. Emergiu de um estudo investigativo sobre um processo de formação continuada de professores com foco no uso das tecnologias, ante a necessidade de compreender os desafios que acompanham as mudanças nas concepções/práticas subjacentes às dinâmicas pedagógicas e curriculares em contexto escolar. O texto foi organizado metodologicamente como um ensaio teórico, iniciando por uma discussão sobre as relações entre currículo, tecnologia e cultura na educação e adentrando numa abordagem sobre as implicações dessas relações na formação e prática do professor intermediada pelo uso das tecnologias.

Biografia do Autor

Denis da Silva Garcia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha – Campus Frederico Westphalen

Mestre em Educação nas Ciências pela UNIJUÍ. Graduado em Licenciatura em Ciências – Habilitação em Química pela UNIJUÍ. Docente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha – Campus Frederico Westphalen

Lenir Basso Zanon, Unijuí

Doutora em Educação pela UNIMEP, com Estágio de Investigação na Universidade de Aveiro (Portugal). Mestre em Ciências (Bioquímica) pela UFPR. Graduada em Farmácia e em Bioquímica pela UFSM. Especialista em Ensino de Ciências pela UCS. Docente pesquisadora vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação nas Ciências da UNIJUÍ.  

Publicado
2020-12-24
Seção
6 - Práticas pedagógicas, formação de professores e formação continuada