ESTUDO DA POSSIBILIDADES DE IDENTIFICAÇÃO DE FALTAS DE ALTA IMPEDÂNCIA EM REDES INTELIGENTES

  • Catherine Marquioro De Freitas
  • Maurício De Campos
  • João Vitor Das Chagas Silva
  • Marcos Vicente Hart
  • Pedro Gelati Pascoal

Resumo

A fim de garantir funcionalidade e segurança a seus usuários, o sistema de distribuição de energia
elétrica deve apresentar um sistema de segurança capaz de garantir que nenhuma falha coloque
em risco a vida humana ou dos equipamentos em operação. Uma Falta de Alta Impedância (FAI) é
definida como uma falha no sistema de energia elétrica que não produz variações expressivas de
corrente. O atual sistema de proteção das redes de distribuição é baseado em dispositivos de
sobrecorrente, atuando quando o valor da corrente excede um valor pré-determinado. Dessa
forma, a variação de corrente de uma FAI não é suficiente para fazer o sistema convencional
atuar.
Faltas de Alta Impedância resultam, geralmente, do contato de um condutor energizado da rede
de distribuição com um objeto de baixa condutividade (asfalto, calçada, árvores). Quando o
sistema de proteção não atua, o condutor permanece energizado apresentando um elevado risco
de acidentes e de incêndios, uma vez que, normalmente, a FAI está associada a existência de arco
elétrico (KUJUR E BISWAL, 2017).

Biografia do Autor

Catherine Marquioro De Freitas

Bolsista PROBIC/FAPERGS, aluna do curso de Engenharia Elétrica da Unijuí,
catherine.mf@hotmail.com

Maurício De Campos

Professor Doutor do Departamento de Ciências Exatas e Engenharias da Unijuí, orientador,
decampos.mauricio@gmail.com

João Vitor Das Chagas Silva

Aluno do curso de Engenharia Elétrica da Unijuí, joao.vcs@outlook.com

Marcos Vicente Hart

Aluno do curso de Engenharia Elétrica da Unijuí, hart90@hotmail.com

Pedro Gelati Pascoal

Bolsista PIBIC/CNPq, aluna do curso de Engenharia Elétrica da Unijuí,
pedropascoal01@hotmail.com

Publicado
2019-11-06
Seção
Seminário de Iniciação Cientifica - Engenharias