A SELETIVIDADE PUNITIVA NO BRASIL EXPRESSA EM 80 TIROS: A POLÍTICA DA MORTE NA GESTÃO BIOPOLITICA DA VIDA

  • Rafaela Weber Mallmann
  • Ana Paula Kravczuk Rodrigues

Resumo

Com fundamentação embasada na biopolítica, o presente artigo visa analisar a violência seletiva no Brasil, identificando quem é o corpo matável a partir da análise de caso envolvendo uma ação de agentes do Estado que dispararam 80 tiros em um carro com uma família na periferia do Rio de Janeiro. O fato ocorreu no dia 07 de abril de 2019 e evidenciou o problema apresentado para este trabalho: considerando que o contexto latino-americano é marcado por um território de violência institucionalizada a partir do processo colonizador, quem são os corpos matáveis e de que modo se dá a violência seletiva no Brasil? A partir desta relação, é apresentado inicialmente aspectos biopoliticos referente à discussão, com posterior análise do caso e por fim a relação entre a fundamentação e o caso para responder ao problema apresentado.

Publicado
2019-10-14