AVALIAÇÃO DO USO DE MISTURAS ASFÁLTICAS CONVENCIONAIS (À QUENTE) E MISTURAS ASFÁLTICAS COM ADIÇÃO DE ADITIVO REDUTOR DE TEMPERATURA (MISTURA MORNA)

  • Diego Menegusso Pires
  • Adriéli Raquel da Silva Räder
  • Bruna Calabria Diniz
  • Gabriela Pires da Silva
  • André Luiz Bock

Resumo

A pesquisa limita-se a realizar estudos laboratoriais de Dosagem Marshall e de análise de propriedades mecânicas de uma Mistura Asfáltica à Quente (HMA – Hot Mix Asphalt) e uma Mistura Asfáltica Morna (WMA - Warm Mix Asphalt), projetada com a utilização de um ligante asfáltico modificado por polímeros (AMP 60/85), através de estudos laboratoriais de dosagem e análise de resistência e deformabilidade. Os agregados são provenientes de rocha basáltica da formação Serra Geral do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Analisar a influência do aditivo redutor de temperatura nos parâmetros de dosagem Marshall e no teor de ligante de projeto. Após determinação dos teores de projeto, analisar as propriedades mecânicas das misturas asfálticas, tais como: resistência à tração por compressão diametral (RT), rigidez e deformabilidade através do ensaio de módulo de resiliência (MR), resistência à ação deletéria da água no ensaio de dano por umidade induzida (DUI) e resistência a abrasão (ensaio Cantabro); realizar uma análise comparativa de desempenho da mistura convencional à quente e a misturas mornas com adição de aditivo redutor de temperatura.

Publicado
2018-04-27
Edição
Seção
Artigos