EXPLORANDO A FUNÇÃO DO SEGUNDO GRAU ATRAVÉS DE EXPERIMENTO E DO KAHOOT

  • Carolina Hilda Schleger IFFarroupilha Campus Santa Rosa
  • Jeverton Iedo Dörr IFFarroupilha Campus Santa Rosa
  • Natasha Inês Buche IFFarroupilha Campus Santa Rosa
  • Tanise da Silva Moura IFFarroupilha Campus Santa Rosa
  • Vanessa Volkweis Rodrigues IFFarroupilha Campus Santa Rosa
  • Mariele Josiane Fuchs IFFarroupilha Campus Santa Rosa

Resumo

A transposição didática realizada pelo professor sobre o conhecimento científico faz-se necessária, pois propicia a construção do conhecimento do aluno e o processo de aprendizagem, interligando a matemática, que é abstrata, com a realidade. Para tanto, foram desenvolvidas oficinas pelos acadêmicos do Curso em Licenciatura em Matemática, bolsistas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), do Instituto Federal Farroupilha - Campus Santa Rosa, com alunos do 9° ano do Ensino Fundamental de uma Escola da rede pública do município de Santa Rosa/RS. As oficinas tiveram o objetivo de instigar e despertar o interesse dos alunos pela matemática através de atividades com metodologias diferenciadas como a investigação matemática, jogos, aliadas aos recursos tecnológicos, possibilitando a relação entre a Matemática e situações reais. Na oficina foi realizada uma atividade especial, mediante o experimento da trajetória de um foguete, com o intuito de explorar conceitos de função do segundo grau. As explorações matemáticas realizadas com esta atividade enfatizaram aos discentes a visualização contextualizada da representação gráfica da trajetória do foguete, facilitando a percepção no plano cartesiano, as raízes da função, o vértice, o ponto de máximo, e a representação algébrica da função de segundo grau representada pelo trajeto realizado pelo foguete. Na sequência utilizou-se um jogo online, o Kahoot, com perguntas relacionadas ao comportamento da função de segundo grau em relação aos seus coeficientes, suas representações gráficas e algébricas. Durante as oficinas buscou-se motivar os alunos a enfrentar suas dificuldades na interpretação, a desenvolver estratégias para resolver problemas matemáticos, além de enfocar o desenvolvimento do raciocínio lógico e do conhecimento. Pode-se constatar que estas atividades possibilitaram aos alunos construírem seu conhecimento ao mesmo tempo em que propiciaram momentos de oralidade e trabalho coletivo, através das discussões em grupo e apresentação dos resultados do experimento. Para os bolsistas a vivência proporcionou experiências sobre a atuação do professor, exigindo estabelecer diálogo entre conhecimentos teóricos, didáticos e metodológicos no processo de formação inicial.

Publicado
2019-07-23
Como Citar
SCHLEGER, Carolina Hilda et al. EXPLORANDO A FUNÇÃO DO SEGUNDO GRAU ATRAVÉS DE EXPERIMENTO E DO KAHOOT. II Encontro de Debates sobre Trabalho, Educação e Currículo Integrado, [S.l.], v. 1, n. 1, jul. 2019. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/enteci/article/view/11649>. Acesso em: 21 set. 2019.