DIAGNÓSTICO SOBRE O ENSINO DO TEMA ABORTO EM UMA ESCOLA FEDERAL DE ENSINO MÉDIO DO MUNICÍPIO DE SANTA ROSA/RS

  • Gabriel BRUTTI
  • Artur CAMPOS
  • Gabriele STROCHAIN

Resumo

É visto que, hoje em dia, no Brasil, o aborto é um problema de saúde pública.
Mesmo assim, esse tema ainda é tratado como um grande tabu por grande parte da sociedade.
A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) define a sexualidade como um tema transversal,
que deve ser tratado nas escolas. Dentro desse contexto, e tendo em vista que o aborto
também relaciona-se com a sexualidade, este trabalho de pesquisa teve como objetivo geral
realizar um diagnóstico sobre como o tema aborto é realmente abordado nas salas de aula,
assim como quais são as consequências e possíveis relações desta abordagem para com os
conhecimentos gerais dos alunos sobre o tema. Para a realização do levantamento de dados,
foi aplicado um questionário online com questões de base quali-quantitativa, abrangendo 17
perguntas, entre elas abertas e fechadas sobre a temática. Em relação à natureza deste
trabalho, este caracteriza-se como uma pesquisa de campo, uma vez que a extração dos dados
se deu diretamente pela intervenção dos autores na realidade dos alunos pesquisados. A
população estudada foi de 107 alunos, de 4 turmas de Ensino Médio de uma Instituição
Federal de ensino localizada no município de Santa Rosa - RS. Para obter uma melhor
homogeneidade nos resultados, é importante salientar que foram selecionadas somente 8 das
17 questões impostas. Partindo desse pressuposto, na análise dos dados, as perguntas foram
subdivididas em 2 categorias: Perfil do aluno e Tema aborto na escola. Para verificarmos o
perfil de cada aluno, suas opiniões e conhecimentos gerais, foi perguntado a eles o seu gênero,
as suas concepções sobre o início da vida humana, o seu entendimento sobre o que é aborto,
em quais casos o aborto é permitido no Brasil, e quais seriam as suas ações ao se encontrar em
uma situação hipotética de gravidez indesejada. Já para a segunda categoria, foi perguntado
aos alunos principalmente a respeito de seus interesses em aprender mais sobre o tema, tanto
na escola quanto em outros meios e, por fim, foi perguntado a eles sobre como o tema era
trabalhado na escola. De forma geral, a conclusão, referente a nossa hipótese principal, é que
o aborto não é comumente um tema muito abordado em sala de aula e, quando é abordado,
geralmente é apresentado aos alunos de forma superficial. Em contraponto a essa afirmação,
ainda foi observado que o interesse dos alunos pelo tema é muito alto, principalmente na parte
do público feminino. Para tanto, torna-se visível a necessidade da intervenção da escola, cujo
um dos deveres é promover um ensino de qualidade, independente da temática.

Publicado
2019-07-26
Como Citar
BRUTTI, Gabriel; CAMPOS, Artur; STROCHAIN, Gabriele. DIAGNÓSTICO SOBRE O ENSINO DO TEMA ABORTO EM UMA ESCOLA FEDERAL DE ENSINO MÉDIO DO MUNICÍPIO DE SANTA ROSA/RS. II Encontro de Debates sobre Trabalho, Educação e Currículo Integrado, [S.l.], v. 1, n. 1, jul. 2019. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/enteci/article/view/11559>. Acesso em: 21 set. 2019.