O DOCUMENTÁRIO CINEMATOGRÁFICO COMO ESTRATÉGIA DE ENSINO DE CIÊNCIAS E BIOLOGIA

  • Maiara Ilisa Fauth
  • Larissa Lunardi
  • Andréa Hepp
  • Antônio Azambuja Miragem
Palavras-chave: Material audiovisual, Ensino de ciências, Ensino de biologia, Comportamento animal.

Resumo

Esta pesquisa relata a experiência que ocorreu no componente curricular denominado Prática enquanto Componente Curricular (PeCC) no Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas do Instituto Federal Farroupilha (IFFar), Campus Santa Rosa o qual proporcionou a elaboração de recursos didáticos digitais, que possam ser utilizados em sala de aula. O objetivo desta pesquisa foi refletir sobre o processo de produção de materiais didático-pedagógicos audiovisuais (documentário cinematográfico), para serem utilizados nas aulas de Ciências e Biologia. A partir da integração das disciplinas de Anatomia e Fisiologia II, Zoologia III e Metodologia do Ensino de Biologia, desenvolveu-se a PeCC norteada pelo tema “Comportamento Animal”. O produto resultante desta prática foi um documentário e uma vídeo aula, objetos de avaliação do componente curricular. O comportamento animal objeto de pesquisa e de produção do vídeo foi o comportamento parental, realizado pelos pais em relação à sua prole. Após muitas discussões sobre as espécies, foi escolhido um animal nativo e facilmente encontrado na região: o gambá-de-orelha-branca. O processo construtivo do material se deu em quatro etapas. A primeira etapa foi constituída de pesquisa bibliográfica, a fim de fundamentar cientificamente as informações futuramente inseridas nos documentos digitais, as quais compuseram um roteiro cinematográfico (para guiar o documentário). Dentro deste continha, obrigatoriamente: público alvo; objeto (animal/espécie); planejamento estratégico (expedição em campo e produção do material); e storyline ou storyboard (história imaginada). A segunda etapa consistiu, a partir da análise da coleta do material (registros digitais: fotos e filmagens da expedição; produção textual narrativo; trilhas sonoras), o estudo da montagem através de softwares de edição de vídeos. A confecção do material (documentário) foi realizada em software (Microsoft ® Windows Movie Maker 2.1), com a estrutura narrativa e legendas sendo ajustadas após a seleção dos registros que seriam utilizados. Quanto ao material coletado, encontrou-se um gambá na zona urbana do município de Tuparendi, que foi filmado e fotografado para a produção do documentário. Também foram retirados vídeos e imagens da internet para enriquecer a produção audiovisual. Por mais que o enfoque do trabalho fosse o comportamento parental, aproveitou-se para abordar mais sobre todos os comportamentos da espécie e de seu nicho ecológico. Já na terceira etapa, ocorreu a discussão sobre o documento preview (prévia), o qual serviu de objeto intermediário para o ajuste crítico das informações sonoras e visuais para o futuro uso docente. E a quarta e última etapa, promoveu-se uma mostra audiovisual dentro da turma vigente para compartilhamento das produções dos documentários, e avaliação do processo de aprendizagem formativo. O documentário foi narrado pelas autoras/licenciandas, que fizeram a gravação do áudio utilizando uma ferramenta de celular. O produto final tem duração de 9 minutos e 44 segundos. Concluímos que a construção do documentário proporcionou uma nova experiência que pode contribuir para o ensino de Ciências na Educação Básica com enfoque interdisciplinar, percebemos que a inovação com a ajuda da tecnologia é possível, e que pode nos auxiliar durante nossa prática como docentes.

Publicado
2019-07-23