UMA EXPERIÊNCIA INTERDISCIPLINAR NO ESTUDO DA FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO

  • Neusa Maria John Scheid
  • Cláudia Elizandra Lemke
Palavras-chave: Fisiologia do Exercício. Interdisciplinar. Currículo Integrado.

Resumo

O currículo integrado (CI) é possibilita a compreensão de problemáticas da realidade do cotidiano do estudante, por meio da conexão entre a teoria e a prática como princípio educativo, direcionando e orientando a prática pedagógica dos docentes. Através do CI ocorre o reconhecimento do aluno como um sujeito presente na sociedade em que vive. Nessa direção, a escola propicia o atendimento das necessidades sociais dos alunos e propõe conteúdos e aprendizagem significativa com envolvimento da comunidade, colaborando para o enriquecimento coletivo. Esta pesquisa objetivou apresentar práticas curriculares interdisciplinares desenvolvidas a partir da disciplina Fisiologia do Exercício, como uma proposta de CI. A compreensão e aplicação dos conceitos dessa disciplina dependem de interações, da capacidade de estabelecer relações para cada situação à qual nosso corpo é submetido; assimilar as modificações dos sistemas cardiorrespiratório, endócrino e muscular de acordo com o dia a dia e resolver questões individuais seja para a promoção da saúde, seja para o bem-estar. Ao se trabalhar na fisiologia do exercício integrada numa proposta interdisciplinar compreende-se que os diversos sistemas orgânicos e de produção de trabalho físico estão presentes de forma contínua, simultânea e interativa em nosso corpo. A metodologia fundamentadora para esta pesquisa foi é o Estudo de Caso. Na investigação, foram exploradas práticas curriculares desenvolvidas na proposta interdisciplinar das disciplinas de Educação Física e de Ciências em uma escola municipal de Santo Ângelo-RS, com 36 alunos do de 8º ano do ensino fundamental. O ponto de partida foi a utilização dos conhecimentos das disciplinas para resolver problemas ligados a atividade física para a promoção da saúde. Para isso, foram utilizados documentários sobre saúde, obesidade, atividade física, realizadas leituras complementares de artigos de jornais e revistas locais que tratavam sobre o assunto e como encerramento das atividades foi proposto uma caminhada comunitária e verificação de fatores como índice de massa corporal (IMC), frequência cardíaca de repouso de toda a comunidade que participou do processo. Assim, os alunos aproximaram-se do contexto social de sua comunidade, relataram problemas, dúvidas sobre a atividade física e saúde, e potencializaram suas interações sociais por meio de aprendizado, reconhecendo a fisiologia do exercício como um importante fator para a ser trabalhado para a compreensão dos processos do corpo humano durante o exercício.

 

Publicado
2019-07-25