USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE ARRANJO SIMPLES

  • Jeverton Iedo Dörr
  • Tanise da Silva Moura
  • Marcos da Silva
  • Claudia Maria Costa Maria Costa N
  • Julhane Alice Thomas Schulz
  • Mariele Josiane Fuchs Mariele Josiane Fuchs Mariele Josiane Fuchs

Resumo

O uso de tecnologias digitais em sala de aula tem promovido mudanças significativas no ambiente educacional, auxiliando professores no processo de ensino. Ampliaram-se as possibilidades de construção de conhecimento devido à possibilidade de todos terem acesso à informação e o celular, que até então era visto apenas como instrumento para a perturbação escolar, pode ser considerado como ferramenta para auxiliar o professor em prol da educação e do avanço dos alunos em relação aos conteúdos que foram ou serão abordados. Com o intuito de explorar a Matemática em Jogos online, foi planejada uma sequência didática pelos acadêmicos do Curso de Licenciatura em Matemática, do Instituto Federal Farroupilha - Campus Santa Rosa, onde posteriormente ao ato de planejar, esta foi colocada em prática com uma turma do 2º ano do Ensino Médio de uma Escola Estadual de Ensino, com 9 alunos, no Município de Santa Rosa-RS. A oficina teve como objetivo verificar o conceito de arranjo simples no jogo da Senha Online e utilizar as propriedades de arranjo para facilitar o uso do mesmo, tendo como metodologia o uso de jogos e a modelagem matemática. Neste jogo, o jogador deve adivinhar a senha secreta: em cada partida uma senha secreta diferente é disponibilizada, que é uma sequência de pinos coloridos. O papel do aluno é fazer chutes sucessivos, e para cada chute receberá dicas dizendo quão perto está da resposta. Ganha a rodada se conseguir acertar a resposta, senão vai tentando até descobrir a resposta. Ao descobrirem a resposta na primeira jogada, foi analisada em conjunto com os alunos a existência e a aplicação de conceitos de arranjos. Na segunda jogada os alunos receberam um gabarito para anotar as respostas e calcular de acordo com os cálculos oriundos do jogo. Nestas duas jogadas foi observado que os alunos no primeiro momento demonstraram a compreensão dos conceitos a partir do jogo e maior cuidado na escolha da possível senha , sendo que no segundo momento, se teve um maior número de registros pelo aspecto dos alunos terem uma maior compreensão do número de possibilidades da possível senha. Em um questionário que receberam ao final da prática, uma das respostas referentes à questão “Qual sua opinião sobre a oficina realizada?”, foi: “Foi uma oficina descontraída e dinâmica, que nos auxiliou a desenvolver habilidades ao resolver contas matemáticas”. Percebeu-se a partir da prática realizada e do questionário que é de grande importância ter aulas mais dinâmicas a fim de estimular os alunos a construir conjecturas acerca dos conceitos, que aliados a metodologias diferenciadas e ao uso das tecnologias promove uma aprendizagem mais significativa que estimula a construção do conhecimento, possibilitando também a investigação e maior autonomia no processo de aprendizagem. Além disso, enquanto estudantes de Licenciatura pode-se dizer que a realização desta prática de ensino possibilitou uma aproximação com a realidade escolar, sendo essa experiência de suma importância para nossa formação inicial e consolidação do ser professor.

Publicado
2019-07-25
Como Citar
DÖRR, Jeverton Iedo et al. USO DE TECNOLOGIAS DIGITAIS NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE ARRANJO SIMPLES. II Encontro de Debates sobre Trabalho, Educação e Currículo Integrado, [S.l.], v. 1, n. 1, jul. 2019. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/enteci/article/view/11525>. Acesso em: 15 set. 2019.