ABORDANDO A CONVERSÃO DE MEDIDAS COM AUXÍLIOS DE JOGOS DIDÁTICOS

  • Júlia Gabriela Petrazzini da Silva
  • Andreia Belter
  • Fernando Feiten Pinto
  • Ivana Letícia Damião
  • Elizangela Weber
  • Mariele Josiane Fuchs
Palavras-chave: Engenharia Didática. Jogos Didáticos. Unidade de Medidas.

Resumo

O presente resumo caracteriza-se como relato de experiência vivenciada no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), apresentando reflexões sobre as atividades desenvolvidas, com turmas do oitavo e nono ano do Ensino Fundamental. Através de uma avaliação diagnóstica ancorada nos pressupostos da engenharia didática e vinculando-os a atividades recreativas, fomos possibilitados a identificar dificuldades dos alunos relacionadas a conversão de medidas. Tal avaliação contava com diferentes conceitos descritos no Plano de Estudos das turmas, nos quais constavam trabalhos com a conversão de medidas ao longo das séries anteriores. Fundamentados nos resultados da avaliação realizada, desenvolveu-se intervenções mediante oficinas pedagógicas com o objetivo de promover a aprendizagem e construção do conhecimento acerca das conversões de medidas, interligando-as com situações do cotidiano. Para tanto, utilizou-se a metodologia de aula expositiva e dialogada com auxílio de jogos didáticos, vinculando as grandezas mais utilizadas, como a massa, tempo, distância e capacidade, com suas respectivas unidades de medidas e a conversão entre elas. Os jogos didáticos foram utilizados com o intuito de explorar conversões, identificar as equivalências entre as unidades de medidas e observar as diferenças entre as grandezas abordadas. Para facilitar o entendimento e otimizar o tempo na realização das conversões, foi construído um quadro manipulável, na qual os prefixos eram os mesmos e mudava-se o radical conforme a grandeza a ser abordada. A avaliação diagnóstica realizada inicialmente foi de grande valia para a análise das lacunas nos conhecimentos relacionados ao conteúdo em estudo, concedendo indícios das abordagens necessárias. As exposições introdutórias relativas às grandezas e unidades de medidas, vinculadas a acontecimentos do cotidiano, facilitaram a compreensão dos alunos e justificaram os processos de conversão. Os jogos didáticos possibilitam um movimento diferente no processo educativo e, consequentemente, contribuíram para a assimilação dos conceitos, diferenciação das grandezas, percepção da equivalência dos diferentes prefixos para um mesmo radical. Evidenciou-se uma evolução no entendimento dos alunos acerca das conversões quando precisavam multiplicar ou dividir os valores, buscando encontrar outro valor equivalente. A partir das intervenções realizadas, pode-se perceber um crescimento enquanto professores em formação, tendo oportunidades de experimentar diferentes metodologias e, desta forma, observar suas potencialidades de acordo com o objetivo da aula. Além disso, evidenciou-se as lacunas nos conhecimentos dos alunos, advindos dos ano anteriores, levando-nos a repensar estratégias para contornar esta situação visando o crescimento cognitivo dos mesmos.

Publicado
2019-07-25