MONITORIA DE BIOLOGIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA NO PROJETO DE PRÁTICA PROFISSIONAL INTEGRADA NO ENSINO MÉDIO

  • Leonardo Bahry Escobar
  • Clarinês Hames
Palavras-chave: Ensino de Biologia. Interdisciplinaridade. Mesorregiões do Rio Grande do Sul

Resumo

O presente trabalho é um relato de experiência de monitoria nas atividades desenvolvidas no Projeto de Prática Profissional Integrada (PPI) em uma turma de primeiro ano do Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio, tendo em vista a integração das disciplinas de Agricultura Geral, Zootecnia Geral, Biologia e Geografia envolvidas no eixo dos recursos naturais. Desta forma objetivou-se habilitar os alunos a terem noções e avaliar os constituintes de vegetação, habitação, relevo e formação de solos de cada mesorregião do estado do Rio Grande do Sul. As ações da monitoria constituíram-se na participação efetiva em atividades extraclasses, aulas práticas, ressignificação dos conteúdos estudados em sala e auxílio no preparo de material didático para a execução do projeto, ou seja, confecção de maquetes caracterizando cada mesorregião do estado. Nesse contexto, a monitoria teve um papel muito importante na dinamização do projeto, visto que o monitor ficou encarregado de articular e dialogar com todos os docentes envolvidos e, a partir desses diálogos, orientar o desenvolvimento das ações na perspectiva da integração das disciplinas. Ainda que os professores participantes, individualmente, desenvolvessem atividades referentes à PPI, o monitor mediava ações, tendo assim a visão de todo o projeto. Os encontros com os estudantes aconteciam semanalmente, mas sempre eram demandados pela professora de Biologia. Quando havia a necessidade de discutir conceitos específicos de outras áreas, havia um diálogo com os demais professores participantes, para que estes fizessem as intervenções necessárias à continuidade do Projeto. Assim, a vivência da monitoria pode se configurar como um espaço de cooperação mútua que propicie ao licenciando diferentes experiências pedagógicas capazes de estabelecer articulações entre teoria e prática. E, com isso, contribuir para uma formação inicial mais qualificada, visto que o acadêmico interage com estudantes e com professores da educação básica. Por fim, afirma-se a importância da monitoria em atividades pedagógicas, as quais abrem caminhos para novas perspectivas na formação do futuro professor. Neste sentido, a monitoria auxilia na preparação de profissionais qualificados a assumirem o processo de ensinar e de aprender.

Publicado
2019-07-26