EDUCAÇÃO DE ADULTOS: POTENCIALIDADES DO CURRÍCULO INTEGRADO EM UM CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO

  • Leonardo Matheus Pagani Benvenutti IFFar

Resumo

O presente trabalho objetiva socializar os resultados da pesquisa intitulada “Licenciar-se na vida adulta: as implicações da conclusão do Curso de Licenciatura em Computação nas trajetórias de vida dos adultos formados pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha” (BENVENUTTI, 2018), que almejou “[...] compreender a relevância que a participação em um curso superior de formação de professores proporcionou à trajetória de vida dos adultos licenciados.” (Ibid., p. 7). Tal investigação buscou perceber “a influência da formação de professores de computação nos indivíduos que ingressaram a partir do ciclo de vida adulta, numa visão integrada que perpassa a dimensão profissional, sociocultural, humana” (Ibid., p. 56). Deste modo, é possível refletir sobre o currículo do curso em questão, aspectos aproximação e distanciamento de currículo integrado (FRIGOTTO; CIAVATTA; RAMOS, 2012), em termos teórico-metodológicos na formação dos adultos. A pesquisa foi enquadrada no paradigma interpretativo, na perspectiva qualitativa, através de um estudo de caso situacional (COUTINHO, 2013) com egressos do Curso de Licenciatura em Computação do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha Campus Santo Augusto, graduados das turmas de 2011 a 2013, com características de adultez. Quanto ao tratamento dos dados, foi empregada análise de conteúdo (Ibid.) com as seguintes categorias: adulto, formação profissional e formação humana. Através de entrevistas semi-estruturadas nove indivíduos relataram sobre suas experiências profissionais anteriores ao curso de licenciatura, as vivências no período formativo, com os conhecimentos, relações com os atores do ambiente pedagógico, bem como refletiram sobre os encadeamentos desta formação em seus contextos atuais, em que procurou-se perceber nestes sujeitos qualificações em sentido amplo, integral (FRIGOTTO; CIAVATTA; RAMOS, 2012). A totalidade da amostragem foi classificada como adulta, pois os relatos demonstraram que todos sujeitos possuíam, durante o período formativo, responsabilidades profissionais e familiares distintas de um público jovem, que tem na formação acadêmica sua majoritária responsabilidade. Com relação às experiências nos componentes curriculares do curso, foram pontuadas as dificuldades advindas dos conhecimentos da computação em maior proporção do que os didático-pedagógicos, o que foi em medida superado ao perceber que na atualidade determinados sujeitos atuam como professores de informática ensinando os objetos de conhecimento que outrora lhes foram desafiadores em sua formação. Alguns aspectos de formação humana para além do profissional foram percebidos em relatos de sujeitos que aprenderam a conviver melhor com as diferenças advindas do heterogêneo espaço acadêmico, do sentimento de pertencimento a grupos, como a formação acadêmica ampliou seus horizontes profissionais e filosóficos. É possível considerar, portanto, que na medida em que o currículo integrado é praticado nas licenciaturas, através de esforços de formação crítica, refletida sobre o espaço-tempo que os sujeitos atuam, suas relações familiares, profissionais e a complexidade de informações a que são submetidos, mais condições terão estes sujeitos de construírem suas existências de modo mais integral, idealmente progressista, vocacionado ao ser mais (FREIRE, 2011). Através de uma formação refletida sobre o mundo do trabalho poderão perceber as contradições que vivenciam e direcionar seus esforços às potenciais superações individuais e coletivas.

Publicado
2019-07-23
Como Citar
BENVENUTTI, Leonardo Matheus Pagani. EDUCAÇÃO DE ADULTOS: POTENCIALIDADES DO CURRÍCULO INTEGRADO EM UM CURSO DE LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO. II Encontro de Debates sobre Trabalho, Educação e Currículo Integrado, [S.l.], v. 1, n. 1, jul. 2019. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/enteci/article/view/11497>. Acesso em: 15 set. 2019.