ESTUDO DO COMPORTAMENTO À TRAÇÃO DIRETA DE COMPÓSITOS CIMENTÍCIOS REFORÇADOS COM TECIDO DE FIBRA DE JUTA

  • Emanuele Eichholz UNIJUÍ
  • Camila Vargas Cardoso
  • Ederli Marangon
  • Nadine Ficher

Resumo

Neste trabalho foi investigada a influência do tecido de juta como reforço de placas cimentícias quando submetidas à esforços de tração direta. Para melhorar a durabilidade da fibra em meio alcalino, uma matriz com substituição de 50% de cimento Portland CPV-ARI por cinza volante foi empregada. Para avaliar se a matriz desenvolvida foi capaz de controlar a degradação da fibra, os ensaios foram realizados após de 6 meses de envelhecimento natural. Através do ensaio de tração direta, avaliou-se que a utilização de reforço de juta reduziu a tensão de pico, mas contornou o comportamento frágil das matrizes cimentícias na maioria das amostras. A substituição parcial do cimento Portland pela cinza volante não foi suficiente para garantir a integridade da fibra; entretanto, os compósitos que possuíam cinza volante em sua matriz apresentaram resistências mais elevadas.

Publicado
2018-06-13
Como Citar
EICHHOLZ, Emanuele et al. ESTUDO DO COMPORTAMENTO À TRAÇÃO DIRETA DE COMPÓSITOS CIMENTÍCIOS REFORÇADOS COM TECIDO DE FIBRA DE JUTA. CRICTE, [S.l.], jun. 2018. ISSN 2318-3438. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/cricte/article/view/9263>. Acesso em: 20 ago. 2019.
Seção
Engenharia Civil