RESISTÊNCIA E ERODIBILIDADE DE MISTURAS DE FRESADO E SOLO LATERÍTICO ESTABILIZADAS COM CIMENTO

  • Lucas Malabarba UNIJUÍ
  • Washington Núñez
  • Thaís Kleinert
  • William Fedrigo

Resumo

Este artigo apresenta e analisa a resistência à compressão simples (RCS) e a erodibilidade de misturas provenientes da reciclagem de pavimentos com base de solo laterítico. Buscou-se verificar a influência do teor de cimento e da porcentagem de fresado asfáltico. Para isso, foram estudadas as seguintes misturas: 1,17-50, 2-20, 2-80, 4-7,57, 4-50, 4-80, 6-20, 6-80 e 6,83-50, sendo o primeiro termo referente ao teor de cimento e o segundo à porcentagem de fresado. A partir dos resultados, verificou-se que, nas misturas com mesma quantidade de cimento, o aumento no teor de fresado elevou os valores de RCS. No ensaio de erodibilidade, as misturas com maiores porcentagens de fresado apresentaram menores valores de erodibilidade.
Publicado
2018-02-15
Como Citar
MALABARBA, Lucas et al. RESISTÊNCIA E ERODIBILIDADE DE MISTURAS DE FRESADO E SOLO LATERÍTICO ESTABILIZADAS COM CIMENTO. CRICTE, [S.l.], fev. 2018. ISSN 2318-3438. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/cricte/article/view/8969>. Acesso em: 18 jun. 2019.
Seção
Engenharia Civil