MOBILIDADE URBANA NA CIDADE DE IJUÍ: CARACTERIZAÇÃO DA POPULAÇÃO E OPINIÕES RELACIONADA A PROBLEMÁTICA

  • Felipe Dacanal dos Anjos UNIJUÍ
  • Carolina Zalamena
  • Luís Carlos de Mello Luchese
  • Marcelle Engler Bridi

Resumo

Este é um artigo científico acadêmico confeccionado a partir da disciplina de Urbanismo no curso de Engenharia Civil da UNIJUI e visa fazer uma análise baseada em um questionário de perguntas feitas por meio de um questionário virtual para a população em geral da cidade de Ijuí referente a mobilidade urbana da cidade. O padrão usual da urbanização brasileira e o consequente espraiamento urbano geram dificuldades para a circulação urbana, aumentando o tempo e o custo das viagens. Esta problemática, frequente nas grandes cidades brasileiras, também já é encontrada nas pequenas cidades. Diante da Lei nº 12.587/2012 que impõe desafios ao planejamento do transporte nas pequenas cidades brasileiras, com ela passa a ser exigida a elaboração, até 2018, de Planos de Mobilidade Urbana (PMU) para todos os municípios com mais de 20 mil habitantes, se enquadrando assim o município de Ijuí. Neste contexto, o presente artigo procura refletir a respeito da mobilidade urbana em cidades pequenas, apresentando o transporte não motorizado como meio de deslocamento sustentável e viável para elas. Para tanto, buscou-se, em breve revisão bibliográfica, o contexto atual das cidades pequenas, os conceitos de mobilidade urbana sustentável e do transporte não motorizado. Como estudo de caso, são avaliadas as condições atuais de mobilidade da cidade de Ijuí, procurando entender a aplicação destes conceitos na realidade destes municípios bem como a satisfação da população com a mobilidade urbana.
Publicado
2018-02-15
Seção
Engenharia Civil