LEVANTAMENTO DE MANIFESTAÇÕES PATOLÓGICAS EM CONDOMÍNIO DE EDIFICAÇÕES NO MUNICÍPIO DE ALEGRETE/RS

  • Gabriele Espindola Azolim UNIJUÍ
  • Leandro Oliveira dos Anjos
  • Aldo Leonel Temp

Resumo

Os revestimentos de fachadas dos edifícios, além de exercerem a função de proteger e atribuir maior durabilidade à edificação, ainda contribuem para a valorização do imóvel no que se refere ao aspecto visual como um todo. Uma fachada danificada, além de desvalorizar o imóvel indica que este apresenta falhas construtivas bem como falta de controle e manutenção dos materiais. Inserido neste contexto, o presente trabalho, apresenta primeiramente, um estudo das principais manifestações patológicas existentes em fachadas de edifícios, seguido de um estudo de caso em um conjunto habitacional na cidade de Alegrete/RS composto por 12 edificações multifamiliares de padrão médio/baixo de acabamento. O estudo teve por finalidade, apresentar por meio de mapas de incidência de danos, as principais patologias encontradas bem como as principais áreas afetadas pela existência de patologias em cada fachada de cada edifício. Seguido desta análise, foi feito um levantamento quantitativo, das anomalias encontradas com a finalidade de auxiliar no estudo comparativo sobre o nível de degradação das fachadas destas edificações. Constatouse que as patologias existentes nos blocos eram sempre as mesmas (fissuras, mofo/bolor, vesículas, eflorescências e corrosão das armaduras), apresentando-se em maior incidência nas fachadas lestes, sul e nas lajes de cobertura.

Publicado
2018-02-15
Como Citar
AZOLIM, Gabriele Espindola; DOS ANJOS, Leandro Oliveira; TEMP, Aldo Leonel. LEVANTAMENTO DE MANIFESTAÇÕES PATOLÓGICAS EM CONDOMÍNIO DE EDIFICAÇÕES NO MUNICÍPIO DE ALEGRETE/RS. CRICTE, [S.l.], fev. 2018. ISSN 2318-3438. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/cricte/article/view/8952>. Acesso em: 18 ago. 2019.
Seção
Engenharia Civil