ANÁLISE DA VIABILIDADE TÉCNICA PARA A UTILIZAÇÃO DE RCC EM BASE DE PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA, COM E SEM ESTABILIZAÇÃO GRANULOMÉTRICA COM PÓ DE PEDRA DE BRITA GRADUADA

  • Joice Moura da Silva UNIJUÍ
  • Lucas Carvalho Vier
  • Camila Taciane Rossi
  • Rafael Reinheimer dos Santos
  • André Luiz Bock

Resumo

A reciclagem de resíduos é incentivada mundialmente e nos últimos anos vem ganhando um destaque especial, principalmente devido a questões políticas, econômicas e ecológicas. Dito isso, tem-se a construção civil e seu uso desenfreado de recursos naturais e a gigantesca geração de resíduos sólidos sem uma destinação adequada, acarretando muitas vezes em entulhos nas vias urbanas e problemas ambientais sem precedentes. Desta forma, o presente artigo apresenta um estudo sobre a viabilidade da utilização de resíduos da construção civil em bases de pavimentos flexíveis, a partir da realização de estabilização granulométrica com pó de brita. Como uma análise preliminar, será adotada a faixa A do DNIT para determinação da composição granulométrica a ser utilizada. Em seguida, será realizada uma comparação dos resultados de compactação, Proctor Normal e Modificado e posteriormente a determinação do CBR (California Bearing Ratio) com normas existentes e suas exigências. Foi possível concluir, através deste estudo prévio, que o agregado pesquisado não atendeu aos requisitos mínimos exigidos de resistência (CBR), porém sugere-se estudos posteriores para a realização de adequação do material através de adição de cimento Portland ou outro material para estabilização química a fim de melhorar o comportamento do agregado.

Publicado
2018-02-15
Seção
Engenharia Civil