AVALIAÇÃO DA DEFORMAÇÃO E VISCOELASTICIDADE DE MISTURAS 100% RAP COM LIGANTES CONVENCIONAL E MODIFICADO POR POLÍMERO

  • Debora Tanise Bordin UNIJUÍ
  • Luciano Pivoto Specht
  • Cléber Faccin
  • Gustavo dos Santos Pinheiro

Resumo

Atualmente, buscam-se medidas sustentáveis em todos os setores, inclusive na área de pavimentação. Com isso, o presente trabalho consiste em avaliar a rigidez e a deformação permanente de materiais 100% fresados, também conhecidos como RAP (Reclaimed Asphalt Paviment). Foram moldados 36 corpos de prova, 18 com fresado CAP 50/70 e 18 com CAP 60/85. Todas as misturas foram mantidas por 24 horas na estufa a 60°C e mais quatro horas na temperatura de moldagem. Depois, foram dispostas no misturador e compactadas no CGS, da IPC Servopac pelo método SUPERPAVE. As temperaturas de compactação utilizadas foram 100, 140 e 170°C. Após a moldagem, os corpos de prova foram submetidos a dois ensaios: Módulo Complexo e Flow Number. Os resultados obtidos com o ensaio Flow Number permitiram identificar que todos os corpos de prova em estudo atenderam a solicitação máxima de deformação permanente. Já a elasticidade do material, obtida no ensaio de Módulo complexo, será analisada posteriormente.
Publicado
2018-02-15
Como Citar
BORDIN, Debora Tanise et al. AVALIAÇÃO DA DEFORMAÇÃO E VISCOELASTICIDADE DE MISTURAS 100% RAP COM LIGANTES CONVENCIONAL E MODIFICADO POR POLÍMERO. CRICTE, [S.l.], fev. 2018. ISSN 2318-3438. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/cricte/article/view/8907>. Acesso em: 17 jul. 2019.
Seção
Engenharia Civil