ANÁLISE DA RESISTÊNCIA MECÂNICA DE ARGAMASSAS EM IDADE INICIAL PRODUZIDAS COM SUBSTITUIÇÃO PARCIAL DO AGREGADO NATURAL POR RESÍDUO DA CONSTRUÇÃO CIVIL

  • Guilherme Amaral de Moraes UNIJUÍ
  • Bruna Gioppo Bueno
  • Diego Wink Consatti
  • Flávia Bandeira
  • Lucas Krug

Resumo

Através do aumento na quantidade de resíduos de construção civil e demolição, busca-se dar uma destinação adequada para estes materiais, a fim de diminuir o impacto que os mesmos causam se depositados de forma incorreta no meio ambiente, além de diminuir o consumo de recursos naturais. Sendo assim, o presente estudo visa analisar no estado endurecido, o desempenho mecânico em diferentes traços, substituindo o agregado miúdo natural pelos rejeitos construtivos de concreto nas percentagens de 10, 20 e 30% em massa, quando comparados com um traço referência, já que a areia é a maior fração na produção da mistura. Sendo assim obteve-se resultados na idade de sete e vinte e oito dias em relação à compressão e tração na flexão, sendo possível estimar o comportamento destas misturas em idade inicial e seu comportamento em relação ao seu desempenho.

Publicado
2018-02-15
Seção
Engenharia Civil