ANÁLISE DA EVOLUÇÃO DA MANUTENIBILIDADE DA PLATAFORMA DE INTEGRAÇÃO MULESOFT

  • Rodolfo Berlezi UNIJUÍ
  • Rafael Frantz

Resumo

Uma empresa costuma ter diversas aplicações, localmente ou na nuvem. Estas aplicações formam o chamado ecossistema de software e são responsáveis por gerir as tarefas da empresa. A vasta diversidade de tecnologias, tipos de dados e linguagens de programação faz com que as aplicações tenham dificuldades em trocar informações, pois, geralmente, não foram pensadas para trabalhar em conjunto. A Integração de Aplicações Empresarias é um campo específico da Engenharia de Software que trata de estudar e providenciar soluções de integração para a colaboração entre aplicações através do uso de plataformas de integração. No mercado há diversas plataformas de código aberto, como o Mulesoft. Estas plataformas são de propósito geral e uma empresa pode precisar adaptá-la para um campo específico, como saúde, segurança, educação ou comércio digital. Neste artigo é feito uma revisão das versões do Mulesoft, que é uma plataforma de código aberto com suporte a padrões de integração documentados por Hohpe e Woolf, em vista a verificação do seu grau de manutenibilidade dada a evolução da plataforma nos aspectos do paradigma orientado a objeto.
Publicado
2018-02-15
Seção
Ciência da Computação