AVALIAÇÃO DA ADSORÇÃO DO CORANTE VIOLETA CRISTAL EMPREGANDO BAGAÇO DE MALTE COMO BIOSSORVENTE

  • Mirela Araujo Reis UNIJUÍ
  • João Vitor da Rocha Reis
  • Milena Santiago Chiquim
  • Ederson Rossi Abaide
  • Isaac dos Santos Nunes

Resumo

A preocupação ambiental é um dos grandes temas da atualidade, sobretudo no que se relaciona aos recursos hídricos. Este trabalho teve como objetivo a avaliação da adsorção do corante violeta empregando bagaço de malte proveniente de indústria cervejeira, da cidade de Cerro Largo, RS. Foram realizados ensaios com diferentes massas de biossorvente (0,2, 0,4 e 0,6 g), na
concentração de 60 mg.L-1 de corante, para a construção das cinéticas de adsorção. Foi observado que a massa de biossorvente variou significativamente a capacidade de adsorção, no entanto a eficiência de remoção não variou significativamente para as massas de 0,4 e 0,6g. Com um tempo de equilíbrio de 120 minutos a capacidade de adsorção máxima foi de 36,48 mg.g-1.

Publicado
2018-02-15
Seção
Engenharia Química