ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO UTILIZANDO TORTA DE CHIA (Salvia hispanica L.) PROVENIENTE DE EXTRAÇÃO A FRIO

  • Júlia Cristina Diel UNIJUÍ
  • Milena Santiago Chiquim
  • Ederson Rossi Abaide
  • Isaac dos Santos Nunes

Resumo

A contaminação dos recursos hídricos tem se apresentado como um dos grandes problemas da sociedade. Este trabalho avaliou a capacidade de remoção de azul de metileno empregando torta de chia (salvia hispânica L.) como adsorvente. Foram realizados ensaios em diferentes condições experimentais (10 e 30 mg.L-1 de corante) para a construção das cinéticas de adsorção. Foi observado que o tempo de equilíbrio foi de 90 minutos e que a variável concentração de corante afetou no processo, sendo obtida uma capacidade de adsorção máxima de 21,2 mg.g-1.
Publicado
2018-02-15
Como Citar
DIEL, Júlia Cristina et al. ADSORÇÃO DE AZUL DE METILENO UTILIZANDO TORTA DE CHIA (Salvia hispanica L.) PROVENIENTE DE EXTRAÇÃO A FRIO. CRICTE, [S.l.], fev. 2018. ISSN 2318-3438. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/cricte/article/view/8702>. Acesso em: 18 ago. 2019.
Seção
Engenharia Química