UTILIZAÇÃO DA FRAÇÃO FINA DE RESÍDUO COMO SUBSTITUIÇÃO DO CIMENTO DE ARGAMASSA DE REVESTIMENTO

  • Flávia Izabel Bandeira
  • Lucas Fernando Krug

Resumo

A partir do conhecimento da problemática que o setor da construção civil enfrenta frente à exploração de matérias primas, produção de materiais e excesso de resíduos se torna importante voltar-se a atividades em prol do desenvolvimento sustentável. Com o intuito de amenizar as consequências do grande volume de resíduos sólidos surge o interesse pelo estudo da substituição parcial do cimento Portland, principal constituinte de argamassas de revestimento por resíduo de construção civil. Resíduos esses gerados pela construção civil e reaproveitar materiais oriundos das perdas da construção Através da produção de argamassa de revestimento, com substituição parcial do Cimento Portland por fração fina de resíduo de concreto moído em proporções de 5%, 10%, 15% e 20%, busca-se determinar o desempenho de argamassa. Dentre as variáveis de análises estudadas destaca-se a verificação da resistência à compressão, resistência à tração na flexão, aderência, absorção por capilaridade, carbonatação, elevação semi-adiabática da temperatura de hidratação e tempo de pega. Para que a utilização do resíduo de construção nessa mistura seja favorável é imprescindível que o estudo sobre o comportamento de argamassas com substituição seja desenvolvido, comprovando assim sua eficiência.

Publicado
2018-05-07
Edição
Seção
Artigos