ESTABILIZAÇÃO DE MISTURAS DE SOLO ARGILOSO E RESÍDUO DE CONSTRUÇÃO CIVIL COM CIMENTO PORTLAND PARA USO EM PAVIMENTOS

  • Claudio Luiz Queiroz
  • Gabriela Almeida Bragato
  • Tainara Kuyven
  • Bruna Thays Uhde
  • Carlos Alberto Simões Pires Wayhs

Resumo

O presente estudo busca avaliar a estabilização de misturas de solo argiloso laterítico de Ijuí/RS e resíduo de construção civil (RCC) através da adição de cimento Portland, para uso em bases e sub-bases na execução de pavimentos. As misturas definidas para a realização dos ensaios constituem-se de 60% de solo argiloso e 40% de RCC, com adição de cimento Portland CP II-F 32 nos teores de 5%, 6% e 7%, afim de obter sua Resistência à Compressão Simples, atingindo 2100kPa aos 7 dias de cura. A pesquisa está em andamento e até o momento foram realizados os ensaios de caracterização da mistura solo-RCC, que possibilitaram classificar a mistura como CL de acordo com a SUCS e A-6 (8) segundo a HRB/AASHTO. Os índices de consistência apresentaram resultados satisfatórios, atendendo a especificação da DNIT 143/2010 – ES, no entanto a mistura não atendeu a um parâmetro de granulometria da norma. Apesar disso, os resultados são positivos e impulsionam o seguimento da pesquisa, que tem como próximos passos a verificação dos parâmetros de compactação e suporte da mistura solo-RCC e a obtenção da resistência à compressão das misturas com cimento aos 7 dias, afim de viabilizar seu emprego na estrutura de pavimentos.

Publicado
2018-05-07
Edição
Seção
Artigos