PROPOSTA DE INTERVENÇÃO URBANA: CRIAÇÃO/RESTAURO DAS PARADAS DE ÔNIBUS DE IJUÍ/RS

  • Thaís de Souza Lasch
  • Fabricio Assis Wild
  • Maria Regina Johann

Resumo

Pensar em mobilidade urbana, é refletir sobre a organização, uso e ocupação da cidade, buscando garantir da melhor forma possível o acesso da população ao que o município oferece. O Ministério das Cidades (2005) aponta que a mobilidade urbana, pode ser compreendida como o resultado da interação dos fluxos de deslocamento de pessoas e bens no espaço urbano. Diante do exposto, a presente escrita tem como objetivo apresentar uma proposta de mobiliário urbano para a cidade de Ijuí, a fim de reconhecer o valor histórico e cultural que possui a UETI. Essa pesquisa fundamenta-se através da pesquisa bibliográfica dos elementos que foram essenciais para a formação do município, são eles: os imigrantes, o lema “Colmeia do Trabalho” e a expansão da cidade. Portanto, nossa ideia, foi a criação/restauro de 25 paradas de ônibus que percorrem o caminho da linha Modelo/Campus, que será designado como “Caminho das Nações”. Essas paradas, terão painéis fotovoltaicos que convertem a energia do sol em energia, prezando pela sustentabilidade, vegetação típica de cada país e um formato de colmeia, onde cada uma irá representar uma entidade ligada a União das Etnias. As organizações que serão homenageadas na proposta de intervenção são: afros, alemães, árabes, austríacos, espanhóis, gaúchos, holandeses, italianos, japoneses, letos, poloneses, portugueses e suecos. Dessa maneira, o estudo dessa proposta buscou ter uma compreensão mais aprofundada sobre a importância dos símbolos da nossa cidade, com o intuito de incorpora-los na forma construída no espaço urbano, mostrando o potencial de criação com elementos históricos que pertencem a toda comunidade.

Publicado
2019-02-08
Como Citar
LASCH, Thaís de Souza; WILD, Fabricio Assis; JOHANN, Maria Regina. PROPOSTA DE INTERVENÇÃO URBANA: CRIAÇÃO/RESTAURO DAS PARADAS DE ÔNIBUS DE IJUÍ/RS. I Painel de Pesquisa em Arquitetura e Urbanismo, [S.l.], v. 0, n. 01, fev. 2019. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/papearur/article/view/10705>. Acesso em: 17 ago. 2019.
Seção
Artigos