Uma análise do currículo do curso de graduação - Química Licenciatura UFSC

  • Daiana Figueredo
  • Marcelo Eichler

Resumo

A formação de professores para o ensino médio ocorreu por muito tempo pelo sistema 3 +1 (três anos de disciplinas específicas e um de formação pedagógica e prática), este apresentou limitações tornando algumas mudanças necessárias. No caso do currículo em análise, cita-se o aumento do número de disciplinas articuladoras, além da inclusão de carga de prática como componente curricular (PCC) e três estágios ao invés de um. Os currículos de formação de professores necessitam de análises constantes, reconhecendo que o currículo em ação nem sempre está de acordo com o oficial. A pesquisa foi realizada através de questionários respondidos por professores e graduandos do curso, com vistas a verificar aspectos práticos do currículo e da formação de professores de química de maneira geral. Foi possível observar opiniões de alunos e professores sobre algumas questões e refletir sobre a atual composição do currículo e sua contribuição para a formação de professores.
Publicado
2013-10-03
Seção
Apresentação Oral