O Uso de Analogias e a (Não) Compreensão Conceitual do Equilíbrio Químico por Estudantes no Ensino Médio.

  • Tainara Fonseca Mohr
  • Janessa Caroline Peccin
  • Lenir Basso Zanon

Resumo

ESTE TRABALHO APRESENTA UMA ANÁLISE DA COMPREENSÃO DO CONCEITO DE EQUILÍBRIO QUÍMICO (EQ) POR ESTUDANTES DO TERCEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO, COM FOCO NO USO DE ANALOGIAS NA ABORDAGEM DOS CONTEÚDOS DO ENSINO ESCOLAR. COMO INSTRUMENTO DE PESQUISA FOI USADO UM QUESTIONÁRIO COM TRÊS QUESTÕES SOBRE O EQ. A ANÁLISE DESTACA AS RESPOSTAS DADAS A QUESTÃO NÚMERO TRÊS, QUE SE REFERE A UMA ANALOGIA, COM ÊNFASE A UMA DAS CATEGORIAS CONSTRUÍDAS, QUE DIZ RESPEITO AO ‘PENSAMENTO LIMITADO AO ANÁLOGO’. OS RESULTADOS INDICAM QUE OS ALUNOS TENDEM A FICAR LIMITADOS À ANALOGIA, EM DETRIMENTO DE DESENVOLVEREM A COMPREENSÃO CONCEITUAL ESPERADA, COM USO DA LINGUAGEM QUÍMICA PERTINENTE À FORMA ESCOLAR DE EXPLICAÇÃO.
Publicado
2013-10-03
Seção
Apresentação Oral