Dificuldades Constatadas na Significação Conceitual no Ensino de Química: Situações de Estudo

  • Lílian Cristiane Müller
  • Otavio Aloisio Maldaner

Resumo

A DESMOTIVAÇÃO POR PARTE DOS ESTUDANTES EM APRENDER E OS ALTOS ÍNDICES DE REPETÊNCIA E EVASÃO ESCOLAR INDICAM A NECESSIDADE DE MUDANÇAS NAS PRÁTICAS EDUCATIVAS. NESSE SENTIDO, O GIPEC-UNIJUÍ PROPÕE SUCESSIVAS SITUAÇÕES DE ESTUDO (SE) COMO NOVA FORMA DE ORGANIZAÇÃO CURRICULAR. O PRESENTE TRABALHO REFERE-SE À INVESTIGAÇÃO DE AULAS DE QUÍMICA DESENVOLVIDAS NA SE “AR ATMOSFÉRICO”. BUSCOU-SE VERIFICAR SE OS CONCEITOS DE QUÍMICA DESENVOLVIDOS PELO PROFESSOR SÃO INTRODUZIDOS EM PROPOSTAS DE ENSINO COMO EM LIVRO DIDÁTICO (LD) E SE PODEM SER CONSIDERADOS BÁSICOS PARA A APRENDIZAGEM QUÍMICA. O ESTUDO FOI REALIZADO QUALITATIVAMENTE, POR MEIO DA ANÁLISE DE 19 AULAS E DO LD “QUÍMICA PARA A NOVA GERAÇÃO – QUÍMICA CIDADÔ. CONSTATOU-SE QUE O CONHECIMENTO CIENTÍFICO ESCOLAR NÃO FOI DESENVOLVIDO DE MANEIRA A SER UTILIZADO PELOS ALUNOS EM SITUAÇÕES EM QUE SE FAZIA NECESSÁRIO PARA PENSAR SOBRE O AR ATMOSFÉRICO, PORTANTO, O PROPÓSITO DA SE NÃO FOI CUMPRIDO.
Publicado
2013-10-02
Seção
Apresentação Oral