SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E QUESTÕES DE GENERO: UM LOCUS DE PROLIFERAÇÃO DE HETERONORMATIVIDADES

  • Gabriel Maçalai
  • Bianca Strücker

Resumo

O objetivo deste artigo é, através do método hipotétivo-dedutivo, e do uso de fontes bibliográficas, discutir acerca da sociedade de informação, fazendo uma breve retomada histórca das Revoluções Industriais, que foram demarcadas pelo surgimento da máquina à vapor, da energia elétrica, e da internet. A partir da conceituação de sociedade de informação, se faz apontamentos sobre questões de gênero, tais como os papéis sociais impostos à homens e mulheres. Por fim, se discute acerca do uso da internet como democratizador nas discusões de gênero, ou na ratficação de velhos paradigmas heteronormativistas, que impedem o reconhecimento de uma sociedade pural.

Publicado
2018-07-17
Como Citar
MAÇALAI, Gabriel; STRÜCKER, Bianca. SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E QUESTÕES DE GENERO: UM LOCUS DE PROLIFERAÇÃO DE HETERONORMATIVIDADES. I Congresso Nacional de Biopolítica e Direitos Humanos, [S.l.], jul. 2018. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/conabipodihu/article/view/9335>. Acesso em: 23 ago. 2019.
Seção
GT III – BIOPOLÍTICA, GÊNERO E IDENTIDADE