RECONHECIMENTO IDENTITÁRIO: FATO SOCIAL DO MULTICULTURALISMO

  • Thaís Maciel de Oliveira Unijuí

Resumo

Este ensaio tem por escopo analisar e estabelecer algumas reflexões sobre o processo de identificação do indivídio da era moderna e multicultural. Desse modo, problematizando a inter-relação do individuo com a sociedade, busca-se questionar os aspectos positivos e negativos que a modernidade trouxe à construção identitária do indivíduo. Assim sendo, também pretente analisar os aspectos do reconhecimento em uma sociedade ambientada pela complexidade e hegerogeinização. Portanto, é de suma importancia a efetização dos direitos humanos para realmente concretizar uma igualdade formal que contemple a diversidade e pluralidade da sociedade pós-moderna.

Publicado
2018-07-17
Como Citar
OLIVEIRA, Thaís Maciel de. RECONHECIMENTO IDENTITÁRIO: FATO SOCIAL DO MULTICULTURALISMO. I Congresso Nacional de Biopolítica e Direitos Humanos, [S.l.], jul. 2018. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/conabipodihu/article/view/9311>. Acesso em: 18 ago. 2019.
Seção
GT II – DIREITOS HUMANOS, JUSTIÇA E INCLUSÃO SOCIAL