OS DEVANEIOS DA LOUCURA: PERCEPÇÕES CONTEMPORÂNEAS RELACIONADAS AOS DOENTES MENTAIS E OS DIREITOS HUMANOS

  • Rodrigo Tonel Unijuí
  • Maurício Fontana Filho Unijuí

Resumo

Muitas pessoas sofrem de distúrbios mentais e precisam enfrentar todos os tipos de discriminação, sendo assim excluídas da comunidade onde moram. Isso acontece na contemporaneidade. Doenças mentais são tratadas com chicotadas, enquanto que os doentes mentais são vistos como monstros e são abandonados e trancafiados. Aparência humana não é o suficiente para lhes garantir tratamento digno. Na Idade Média os males eram ligados ao pecado, como se ficar doente fosse um corolário inescapável de uma tristeza sobreposta aos ombros da divindade pelo indivíduo; alguns países, a serem explorados um à um serão analisados e suas incongruências, expostas. Antes de curar a doença, há que se educar o povo sobre os males que a cercam.

Publicado
2018-07-17
Como Citar
TONEL, Rodrigo; FILHO, Maurício Fontana. OS DEVANEIOS DA LOUCURA: PERCEPÇÕES CONTEMPORÂNEAS RELACIONADAS AOS DOENTES MENTAIS E OS DIREITOS HUMANOS. I Congresso Nacional de Biopolítica e Direitos Humanos, [S.l.], jul. 2018. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/conabipodihu/article/view/9307>. Acesso em: 25 ago. 2019.
Seção
GT II – DIREITOS HUMANOS, JUSTIÇA E INCLUSÃO SOCIAL