VISÍVEL INVISÍVEL: A IMPORTÂNCIA DOS DIREITOS BÁSICOS NA CONSTRUÇÃO DO PERTENCIMENTO SOCIAL NOS SUJEITOS

  • Schirley Kamile Paplowski Unijuí

Resumo

O Estado brasileiro não obtém de maneira satisfatória o atendimento dos direitos básicos de considerável parcela de sua população. Habitam neste espaço muitos visíveis não vistos, os quais sofrem com maior intensidade pela má distribuição das prestações positivas do Estado, e esse sofrimento se dá não só pelo aspecto físico, mas também social e psíquico. Trata-se de uma forma moderna de violência, ela é estrutural. Através da concretização dos direitos sociais esse contexto pode ser paulatinamente alterado, com a formulação de políticas públicas capazes de alcançar os mais necessitados e possibilitar-lhes viver de forma digna. Assim, o presente artigo aborda a insistente questão da desigualdade social, mas pelo viés do sujeito, de seus sentimentos, de sua exclusão e de seu pertencimento. É um trocar de lentes para discutir o fenômeno histórico.

Publicado
2018-07-17
Como Citar
PAPLOWSKI, Schirley Kamile. VISÍVEL INVISÍVEL: A IMPORTÂNCIA DOS DIREITOS BÁSICOS NA CONSTRUÇÃO DO PERTENCIMENTO SOCIAL NOS SUJEITOS. I Congresso Nacional de Biopolítica e Direitos Humanos, [S.l.], jul. 2018. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/conabipodihu/article/view/9305>. Acesso em: 18 ago. 2019.
Seção
GT II – DIREITOS HUMANOS, JUSTIÇA E INCLUSÃO SOCIAL