A BUSCA DO RECONHECIMENTO IDENTITÁRIO: A INFLUÊNCIA DOS MOVIMENTOS NEGROS NA CRIAÇÃO DE LEIS E POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS NO BRASIL

  • Fernando Barbosa de Campos Unijuí
Palavras-chave: Movimentos Negros; Polícias Públicas Educacionais; Redução da Desigualdade Social; Formação Identitária

Resumo

O presente artigo busca demonstrar a influência dos Movimentos Negros Brasileiros na criação/elaboração de programas sociais, políticas públicas e leis no âmbito educacional e a colaboração desses atos para reduzir a desigualdade social dos negros em nossa sociedade. Para tal, abordará primeiramente questões conceituais sobre a formação da identidade e a diferença como um fator determinante para desigualdade social. Posto isso, demonstrará a difícil trajetória dos negros em nosso país em um breve apanhado histórico, juntamente demonstrará que a luta pela igualdade social travada pelos Movimentos Negros Brasileiros, mesmo que de maneira tímida, começou logo após a abolição da escravatura e se perdura até os dias atuais. Por fim, abordara as políticas públicas e leis educacionais voltadas para a construção de reconhecimento identitário e redistribuição de renda para os negros.

Publicado
2018-07-17
Seção
GT II – DIREITOS HUMANOS, JUSTIÇA E INCLUSÃO SOCIAL