MODERNIDADE, POLICIAMENTO E VIGILÂNCIA ONIPRESENTE: 1984 NÃO É TÃO DISTANTE

  • Alexandra Tewes Dillmann Unijuí
  • Luiz Alberto Brasil Simões Pires Filho Unijuí

Resumo

Este breve trabalho tem como objetivo uma análise às mudanças sociais inauguradas pela pós-modernidade submetendo-nos a uma institucionalização da vigilância inclusive por meio das novas tecnologias da informação. Tais alterações muito se assemelham à literatura de George Orwell em seu livro 1984, no qual ele imagina uma sociedade altamente vigiada e policializada que exerce um alto controle social. Para tal análise são considerados pontos que consideram-se mais característicos tanto da atual realidade, quanto da literatura de 1984, sendo assim buscar-se-á analisar as questões relativas à teletela, à (des)informação, ao policiamento e a criminalização e marginalização das diferenças.

Publicado
2018-07-17
Como Citar
DILLMANN, Alexandra Tewes; FILHO, Luiz Alberto Brasil Simões Pires. MODERNIDADE, POLICIAMENTO E VIGILÂNCIA ONIPRESENTE: 1984 NÃO É TÃO DISTANTE. I Congresso Nacional de Biopolítica e Direitos Humanos, [S.l.], jul. 2018. Disponível em: <https://publicacoeseventos.unijui.edu.br/index.php/conabipodihu/article/view/9275>. Acesso em: 18 jun. 2019.
Seção
GT I - DEMOCRACIA, VIOLÊNCIA ESTRUTURAL E CONFLITUALIDADE