O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO DA CRIANÇA SURDA EM L2 NUMA PERSPECTIVA INCLUSIVA

  • Alessandra Franken Klein UNIJUI
  • Keli Krause

Resumo

Este artigo trata-se de uma revisão bibliográfica com referência principal a partir das teorias de Vigostky sobre a escrita da criança surda, abordando também algumas possibilidades didáticas pedagógicas sobre como pode ocorrer o processo de alfabetização e letramento do aluno surdo numa escola comum, uma vez que, atualmente percebemos o quanto a inclusão ainda é desafiadora diante do aluno surdo, pois, este, depende da visão para conhecer, significar e entender o mundo que o cerca, e dessa forma, é assim que se dá o seu desenvolvimento do aprender a ler e escrever a língua portuguesa escrita. Além de uma revisão bibliográfica, a pesquisa empírica foi realizada por uma das autoras, em sua pesquisa de mestrado, trazendo aqui, pequenos recortes de atividades que foram constadas com êxito durante o processo de alfabetização de uma aluna surda numa turma do segundo ano do ensino fundamental, numa escola comum, dentro de uma perspectiva inclusiva. Assim, refletiremos sobre o que é válido considerar numa proposta inclusiva diante do aluno surdo no período de alfabetização e letramento da língua portuguesa escrita, uma vez que essa (língua portuguesa) é a segunda língua da comunidade surda brasileira.
Publicado
2018-02-15
Seção
Artigos Científico